Trama do RPG - Resumo
Prólogo
Houve um tempo de guerra que assolou o País do Fogo por inteiro, dizimando famílias, campos e gerações a fio fosse a mando da honra ou do dinheiro. Esta era ficou conhecida como a Era dos Estados Combatentes. Cansados do derramamento de sangue intenso recorrente dentro das dependências do lar, as gerações passaram a adotar medidas de paz e cessar fogo, gerando um tempo de paz depois de anos em guerra.

Para dar um fim a tudo isso, o Tratado de Wakai foi assinado pelas quatorze cabeças dos clãs combatentes - e restantes - na presença do Daimyo Shimitsu, um termo de posse em uma região específica no interior do País, demarcado em quatorze territórios. Devido a convivência frequente das famílias em função da proximidade, a convergência dos territórios era iminente. Um segundo encontro diplomático entre os líderes resulto no que veio a ser chamado pouco tempo depois de União do Fogo, governada simultaneamente por estes, em uma junta democrática nomeada Conselho do Fogo.

Junto desta união nasceu um sistema de organização militar, hierarquizando aqueles que chegassem em determinados níveis de poder em um modelo de poder guiado e determinado pelo Conselho. Enquanto alguns já ganhavam altos postos, a preocupação com a educação das crianças das famílias surgia igualmente e, com isso, nasce a Academia Ninja e os futuros talentos que protegerão a União no futuro.

Compartilhe
Ir em baixo
Illyasviel
Administrador
Administrador
Ver perfil do usuário

[Local] Biblioteca

em Qua 5 Dez 2018 - 9:55
Relembrando a primeira mensagem :



Tem uma localização central e é acessível por todos os membros da aldeia. Ele contém livros referentes a vários assuntos, desde livros médicos avançados até livros de auto-ajuda sobre interação social. As informações contidas nessa área são de uso comum, destinado a todos os moradores e ninjas da vila

Informações:

Cada livro ou pergaminho contem uma informação especifica sendo necessária 300 palavras para adquirir a informação, ou até mesmo o aprendizado.

Área comum:

A área comum é destinada ao lazer e pequenos estudos, coisa simplória destinada aos moradores e ninjas do baixo escalão. o conteúdo se resume a romances, livros de receita, livros básicos de geografia, historia ou até mesmo astronomia. Toda a informação básica pode ser obtida nessa seção.

Área do arquivos de Konoha:

O conteúdo dessa área se retém as informações cruciais do vilarejo e de domínio por patente. Alguns conteúdos são acessíveis para genin, mas grande parte deles requer uma patente maior para ter acesso.


Conteúdo:

em reforma

Compartilhamento de informações

Para fins de incrementar o conhecimento do vilarejo, o ninja pode transcorrer seus conhecimento para pergaminhos e livros registrando-os na biblioteca, assim, levando informações para todos os membros de seu vilarejo

Conteúdo:
Decorrer com a trama

Código:
[quote][b]Nome[/b](Do livro ou pergaminho)
[b]Requerimentos:[/b] (a partir de qual graduação ou requerer alguma outra informação)
[b]Bonificação:[/b] (qual informação)
[b]Autor:[/b]
[b]Descrição:[/b]
[b]Link:[/b] (onde o conhecimento foi adquirido) [/quote]

-----Regras-----

--- Cada usuário só pode aprender 2 informações por vez afim de evitar o desbalanceamento.
--- Só pode ir a Biblioteca 2 vezes por semana.
--- Cada informação concederá 10 de Experiência
--- Toda a informação será obtida de acordo com os critérios de avaliação.


Última edição por Yuusuke em Ter 18 Dez 2018 - 17:34, editado 6 vez(es)

------


Njord
Genin
Genin
Ficha Ficha : Uzumaki Yuuki
Ver perfil do usuário

Re: [Local] Biblioteca

em Dom 13 Jan 2019 - 11:18
HP: 25/25 || CH: 14/14 || ST: 5/5

---- Capitulo 35: Dia de leitura.

O
dia amanheceu normal, o treino de outrora se fez necessário para que a garota conseguisse iniciar sua reabilitação na sociedade, o medo de sair já havia quase todo suprimido, talvez por ter uma técnica cujo era perigosa apesar da dificuldade em controlar e ativa-la. Yuuki brevemente acordava para fazer a higiene matinal, lavava o rosto, as mãos e escovava os dentes. Os procedimentos matinais foram necessários antes de descer para desfrutar de uma refeição, essa cujo seria composto com algumas torradas e chá verde. A alimentação estava regida pela sua vó, ela quem dizia o que comer e o que não comer, tudo em prol de uma recuperação saudável. A pequena uzumaki não questionava, nem sequer comentava a respeito das regras impostas, sabia que era questões de segurança.

Poucas palavras foram trocadas na refeição devido a pressa de Yuuki em querer ir à biblioteca para aprender sobre taijutsu. A necessidade de procurar a respeito dessa arte se deu de seus difíceis treinos contra Senju Tenma, sequer conseguia toca-lo e isso era um tanto inaceitável para o orgulho uzumaki que carregava em seu peito. Saíra de casa após escovar os dentes trazendo consigo os seus equipamentos, Yuuki se encontraria com Haru na biblioteca da vila, mas isso não era motivo de negligenciar sua defesa própria.

[...]

O decorrer do caminho não fora tão importante que seja dingno de algumas orações, apenas viu pessoas normais fazendo seus deveres e obrigações, nada além do normal.

[...]

Na biblioteca encontraria a bela Myoui em roupas usuais, era comum sua amiga se vestir daquela forma quando saia de sua residência e mesmo assim transmitia a riqueza de seus familiares. Yuuki acenaria para a garota de cabelos castanhos na tonalidade de chocolate ao leite e posteriormente redirecionaria a palavra.
-- Olá Haru-chan, faz dias desde que nos encontramos – Um sorriso surgiu em seu rosto enquanto se sentava na mesa próxima a elas.
-- Olá Yuuki, finalmente conseguimos tempo para conversar. – Fez uma breve pausa antes de prosseguir -- Você queria ajuda com algum estudo? – Sentou-se na cadeira vazia na frente de yuuki
-- Precisava aprender, ao menos de forma teórica, a respeito de taijutsu – Yuuki se debruçou na mesa como se estivesse cansada, possivelmente fazendo manha
-- Quer que eu leia pra você? – De fato a lebre cairia no conto da raposa
-- Se possível... – Pegaria as mãos de myoui como se estivesse implorando para que alguém ditasse o livro. No fundo não queria usar a boa vontade da sua amiga, seria entranho abusar da boa vontade.
-- Certo... Eu irei pegar os volumes – A menina fora rapidamente pegar os livros no corredor. Em pouco tempo voltaria trazendo dois exemplares -- A arte ninja denominada Taijutsu significa Técnicas Corporais é uma forma básica de técnicas e refere-se à qualquer técnica que envolva artes marciais ou a otimização das habilidades humanas naturais. – Iniciaria sua leitura assim que se sentasse
-- Isso seria o básico, tem algo mais avançado? – Mudou de cadeira para ficar ao lado de haru.
-- Tem, mas nada que possa ajudar, crio eu. “O Taijutsu é executado ao acessar diretamente as energias físicas e mentais do usuário, contando com a resistência e força ganhas através do treinamento. As técnicas não requerem o uso do chakra, apesar de poder ser usado para fortificar suas técnicas, e dispensa selos de mão na maioria das vezes, ocasionalmente fazendo certos gestos ou poses, além de ser muito mais rápido de usar do que ninjutsu ou genjutsu. Taijutsu é colocado simplesmente como combate corpo-a-corpo.” – Haru viraria a página para mostrar exemplos de poses que estavam transcritos naquele material por meio de gravuras.

Yuuki olhava atentamente as gravuras básicas do taijutsu, todas eram a respeito de posições básicas que funcionavem muito bem, mas ali se limitava o conteúdo daquele primeiro exemplar, dificilmente poderia utilizar aquilo contra um oponente qualquer, mas já servia de algo. Após vislumbrares as posições, haru fecharia o livro e pegaria o próximo, o volume cujo citava estilos de lutas.

--Esse parece bom – Julgaria ao ver uma palavra que supostamente lhe agradou.
Sem pestanejar haru começava a leitura -- “Estilos de luta são simplesmente sistemas de combate. Normalmente são taijutsu ou estratégias e táticas. Em taijutsu ou ninjutsu, de diferentes estilos de luta são sistemas de práticas codificadas e tradições de treinamento de educação física, exercício e combate. Estilo de luta do ninja é uma abordagem de combate que fazem uso desse ninja é pontos fortes e talentos.” – Haru viraria a página para ver as novas gravuras.

Algumas gravuras esboçavam movimentos básicos de lutas, vários cujo tenma usaria contra Yuuki. Havia outros tipos de movimentos complexos, mas a garota apenas decorou os que seriam simplórios e de fácil execução, tais como socos, chutes e suas variações.

-- Era isso que eu procurava – Apontou para as gravuras
-- O que? Desenhos de homens musculosos?
-- Que? Claro que não sua besta – Retrucou enquanto foleava para decorar as novas informações.

Sua leitura levaria um pouco mais de tempo, com a ajuda de Haru, yuuki tomava algumas notas a respeito das informações para depois estuda-las com cuidado. Finalizaria a leitura com um convite para tomar um chá na casa de Myoui, o convite que era inegável, pois as deliciosas comidas na casa de haru eram de outro mundo.



Considerações:
Aparência: Asuna Yuuki (Roupa azul)

aprender tai 1 e 2
jutsus:


Bolsa:

bolsa 1 escreveu: Kunai: 10/10 (10)
Shuriken: 5/5 (5)
Kibaku Fuuda15/15 (3)
Fios 10 Metros (2)

bolsa 2 escreveu: Kunai: 14/16 (16)
Makimono: 4/4 (4)

Tōken (Costas)
Descrição: Uma espada (刀 剣, token) é uma arma longa, laminado utilizado para o combate. Enquanto a maioria das espadas em Naruto estão katana tradicional japonesa, tanto, ou Ninjato, espadas usadas por personagens principais tendem a ter poucas semelhanças com as armas da vida real, como é o caso com os sete espadachins das espadas névoa. Outros espadas que foram introduzidas nas séries têm poderes místicos ou especiais, incluindo Espada de Orochimaru de Kusanagi e a Espada de Totsuka como empunhada por Itachi Uchiha Susanoo.

Mecanismo de Kunai Oculta (braço esquerdo)
Descrição: Este item permite que o usuário para estender instantaneamente e retrair kunai de sua manga uso de um fio de mola.
Item 1 kunai

------

Haled
Genin
Genin
Ficha Ficha : Aqui
Vila Vila : União do Fogo
Ver perfil do usuário

Re: [Local] Biblioteca

em Dom 13 Jan 2019 - 23:23

HP: 10/10 CK: 10/10 ST:0/5
As notícias corriam rapidamente, provavelmente por ser o primeiro incidente desde a formação da união do fogo que se tornava realmente público. Sendo assim estava eu de boinha sem muito me importar com os acontecimentos ocorrido, mas eu estava preocupado, sim! Com a garota que havia ficado em coma, mas de resto? Não era problema meu, alias Hiroshi Shimura era um nome que me preocupava pois certamente ele fora um líder que dê certo eu entraria em conflito cedo ou tarde... E fora nesse climão que cheguei na biblioteca com uma enorme nuvem de depressão pairando sobre minha cabeça e me perguntando o que eu faria da vida agora? Resolutamente iria estudar, pois querendo ou não ficar parado seria a pior escolha possível.

E fora assim que sentei a bunda na cadeira e comecei a ler sobre a introdução do taijutsu. Minutos se passaram de um silêncio ininterrupto então... Cara! O livro era muito legal, pois falava de algo que eu naturalmente amava, mas sendo quem eu era - estudar também se tornava um peso que eu não gostava de admitir, mas continuei ali lendo sobre o primeiro volume do livro que de fato se tornava uma introdução para o taijutsu de simples assimilação. Após alguns minutos lendo comecei a pensar em com taijutsu era uma arte muito mais profunda do que se imaginava pois desde a fundação, ou seja, desde que acabava o chakra ou a falta dele, você teria de partir para a porrada ou se você fosse sem talento poderia ir para a porrada mesmo sem gastar chakra… Eu rir feito um idiota enquanto imaginava essas rotas que se poderia tomar, mas de fato tinha um fundo de verdade o que de fato me deixava um pouco deprimido.

O primeiro volume tratava sobre as coisas mais fundamentais do taijutsu por exemplo; como socar, chutar e mover o corpo e até mesmo alguns exercícios para fixar uma melhor resistência ou seja tudo estava nas posições em que você começava, enquanto algumas era sobre ataque outras transformavam a defesa de forma mais sólida e por fim havia como usar de acrobacias para fins de finta ou esquiva. Absorvir o volume com extrema facilidade, mas com o decorrer do tempo fiquei um pouco irritado em ter de me forçar a ler aquilo, mas sabia que aquilo era a minha melhor maneira de melhorar meu taijutsu e consequentemente o kenjutsu. Uma vez que tal leitura era para o meu bem, mantive-me atento lendo com extrema caute-la mas cansei-me e parei por um curto período de tempo.

Massageei meus olhos um pouco desconfortável com as horas de leitura, havia muito material interessante sobre, ninjutsu,genjutsu mas a minha maior preocupação era o taijutsu no entanto eu deveria me preocupar em continuar a ler e entender o que o autor queria expressar. O segundo volume de taijutsu estava descritivo para um estilo de luta pessoas, seja como fosse eu deveria me concentrar em criar algo próprio com minhas próprias limitações e vantagens. Eu de fato tive de meditar sobre tais citações pois de uma forma ou de outra eu reconheci que meu estilo de luta seria algo em que o destino final fosse kenjutsu. Quanto mais eu lia, mais estava animado com a perspectiva de criar algo que seria apenas meu, mas para o momento eu tinha de continuar a ler cuidadosamente sobre taijutsu para ter certeza que meu estilo seria bem apropriado pois esta seria minha fundação e isto poderia ruir se fosse mal estruturado. As condições para se criar um estilo eram amplas mas não menos complicada por isso me mantive atento. Com o passar do tempo acabei entendendo que Taijutsu era fundamental para minha arte de Kenjutsu, embora não fosse um estilo de luta em si poderia fazer parte se assim eu quisesse.

632/600

Consideração.:

Volume de Taijutsu 1, 2.

------

Shimura Clã Genin.


Stay Cool.

Thanks @ Solaria Magnum CG
Jin
Genin
Genin
Ficha Ficha : Uchiha Takashi .
Vila Vila : União do Fogo.
Ver perfil do usuário

Re: [Local] Biblioteca

em Dom 13 Jan 2019 - 23:49
@. 20 de Exp para ambos e conhecimento adquiridos.

Re: [Local] Biblioteca

em Seg 14 Jan 2019 - 1:57


‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ O Teste Genin puxou minha atenção para o fato de eu não ter muitos conhecimentos mais avançados e ser muito focado em teoria básica. Eu sei que se quisesse poderia aprender rapidamente tudo o possível sobre taijutsu e ninjutsu do mundo antes de morrer, mas eu nunca tinha parado para focar nisso. Bom, até este momento. A gente que gosta de passar o tempo enfiado em livros sempre fica sabendo de coisas tipo "aquela livraria sempre tem edições limitadas", ou nesse caso, "aquela biblioteca é muito equipada". Minha surpresa foi ela ser realmente muito equipada. Ok que era a biblioteca da vila e devia ser assim mesmo, mas eu estava maravilhado. Mas eu fui ali para isso, não é? Pois bem, depois de fazer meu cadastro, fui direto na primeira prateleira sobre conhecimentos de taijutsu. Peguei de três a quatro livros de uma só vez e segui para uma das salas particulares. E sinceramente? Não vai ser a primeira vez nessa semana que eu vou vir aqui. Pode contar, pelos próximos dias serei um visitante assíduo nessa biblioteca. Os assistentes vão cansar de ver minha cara por aqui.

Primeira Leitura — Taijutsu Volume 1

‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ Antes de começar a ler de fato aquele livro, eu passei suas páginas aleatoriamente para dar uma olhada nas ilustrações. Não é nada demais, não estou procurando por nada em especial, era apenas uma forma de me preparar para a maratona de leitura que estava por vir. Voltei então para o início e fui lendo desde a introdução. O primeiro capítulo era uma forma de recapitular conceitos como o que é taijutsu. Basicamente, técnicas de luta corpo-a-corpo, ataques que usem alguma parte do seu corpo são considerados taijutsu. Como tal, taijutsu é um caminho ninja que exige um corpo bem treinado e chega a ser bem detalhista com formas. Ok, isso aqui era novidade. Formas, ou estilos de luta, são bases para qualquer ninja que queria se destacar no caminho do taijutsu. Isso porque os estilos de luta concedem bases sólidas de o que fazer em um combate, e na maioria das fases essas bases concedem até mesmo bônus àqueles que a utilizam. Também foi citado que estilos de luta possuem cada um a sua particularidade.

‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ Notei que aquele livro se tratava de um tipo de introdução aos estilos de luta. De forma similar à aula que tive na Academia, ele focava agora para essa primeira etapa nos dois estilos de luta mais famosos em Konoha: o Gouken e o Juuken. Gouken era o estilo Punho Forte, famoso por ser muito bem representado pelo clã Lee. O Punho Forte de Konoha consistia em, basicamente como o nome disse, golpes poderosos com os membros para causar majoritariamente danos esmagadores ao corpo do adversário atingindo-o externamente. Basicamente, era um estilo mais intuitivo de se entender. Eram socos, chutes, incluindo acrobacias. A maioria das pessoas que buscam seguir Taijutsu como seu caminho aprendem diretrizes que são creditadas ao Gouken. Uma das técnicas mais famosas do estilo, o Senpu, consistia em um chute giratório com força suficiente para mandar o atingido para longe. Um ponto curioso sobre o estilo é que não é incomum que aqueles que o usam incorporem o uso do kinjutsu Hachimon Tonkou, os Oito Portões de Chakra, para torná-lo ainda mais perigoso. O livro não se aprofundou sobre a explicação dos portões de chakra, apenas explicou que ele confere ainda mais força ao custo de danos ao próprio corpo. Me pareceu perigoso.

‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ O livro continua falando agora sobre o Juuken. O Estilo Punho Gentil dos Hyuuga formava a dupla dos estilos famosos de Konoha com o Gouken, e são até mesmo contrários em suas bases. Enquanto o Gouken aplica força física pura para causar danos, o Juuken usa golpes mais graciosos com palmas e as pontas dos dedos para atingir o corpo do seu alvo por dentro. Isso mesmo, por dentro. Sendo o Byakugan uma das kekkei genkai dos Hyuuga, esse doujutsu permite que eles tenham uma percepção em 360º e até mesmo enxerguem grandes distâncias, mas a habilidade mais expressiva dele é a capacidade de visualizar o fluxo de chakra de outras pessoas. Com isso, um Hyuuga pode com seus golpes inserir chakra nos canais de chakra dos seus oponentes, causando problemas para manipulação do chakra e, pior ainda, atingindo os órgãos internos no processo. É considerado o estilo mais perigoso de Konoha inteira, porque não existe como fazer frente aos danos causados: se você for atingido, saiba que não terá como resistir. Você não treina seus órgãos para serem mais resistentes, certo?

‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ O livro encerrava com uma série de ilustrações de golpes básicos dos dois estilos que ele trabalhou. A maioria deles sendo do Gouken por ser o estilo aberto para quem quiser aprender, os golpes eram mesmo bem brutos só de ver. Senpu, Renpu, Tsumuji Senpu... Todas técnicas incríveis que eu pretendia aprender um dia. As ilustrações do Juuken eram menos impressionantes visualmente, porém possuíam um destaque para os danos que cada golpe causava ao corpo do alvo. Um estilo aterrorizador capaz de causar danos permanentes aos órgãos de alguém.

Segunda Leitura — Taijutsu Volume 2

‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ O segundo livro buscava aprofundar ainda mais as explicações iniciadas sobre os estilos de luta. Logicamente que no mundo todo não existem só o Gouken e o Juuken, e até mesmo dentro de Konoha eles não são os únicos estilos de luta expressivos. Esse volume inicia explicando sobre o Jūjin Taijutsu, o estilo de luta pertencente ao meu clã, o clã Inuzuka. O Jūjin Taijutsu costuma usar como base para si a utilização do ninjutsu Shikyaku no Jutsu, a Técnica do Homem Besta. Uma vez entrado no modo do Homem Besta, um Inuzuka tem seus sentidos ampliados, bem como seu corpo e, a maior característica, passa a se movimentar com os quatro membros servindo de apoio. Como uma besta, o próprio nome diz. Diferente do Gouken que usa socos e chutes poderosos e o Juuken que atinge o corpo por dentro, o Jūjin Taijutsu é um estilo que parece em primeira instância algo mais primitivo. Utilizando de golpes com garras e até mesmo mordidas, o Inuzuka tem como sua maior base o conceito de "bater e correr". Como tanto a velocidade, a força e resiliência do Inuzuka aumenta, ele ganha vantagem em um campo de batalha por conseguir atacar sem dar tempo do seu oponente revidar. E o mais incrível sobre o Jūjin Taijutsu: o Inuzuka não luta sozinho. Sendo um clã famoso por ser adestramento de cães, um Inuzuka está sempre acompanhado de um parceiro canino. Com o ninjutsu Jūjin Bunshin o estilo se torna ainda mais perigoso, com o cão se tornando um clone do Inuzuka. Se você já achava uma besta um combate perigoso, então nem queria ver quando duas bestas se juntam para lhe rasgar.

‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ O segundo estilo de luta mencionado no volume foi o Sairento Kiringu, o Assassinato Silencioso famoso principalmente pelos ninjas de Kirigakure. O assassinato silencioso dos Névoa consiste em, basicamente, se ocultar na névoa característica da vila e ao diminuir seus sons conseguir simplesmente se aproximar sem que seu alvo não possa revidar. Logicamente que uma única aproximação pode ser o fim, porque como o próprio nome diz, eles avançam para assassinar. Sendo algo natural do seu país, invadir Kirigakure é simplesmente um perigo. Ainda pior, porque sendo Suiton uma afinidade comum por lá, mesmo que não exista névoa próxima os ninjas podem criá-las por conta própria! Um estilo de luta preciso e cruel que não dá espaço para que você consiga sequer pensar.

‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ E se assim como eu você pensou que só existissem estilos de luta desarmados você está errado! Porque o próximo estilo de luta mencionado é o Iaidō, o Caminho de Iai famoso por ser o estilo de luta principal dos samurais do País do Ferro. A maior característica desse estilo é o uso de espadas, o que o classifica como kenjutsu. Porém não é um kenjutsu qualquer, e eu fiquei simplesmente maravilhado com a descrição dada. Iai basicamente são técnicas de saque, certo? Então o Iaidō basicamente consiste em sacar sua espada, ferir seu alvo, limpar o sangue da lâmina e então a embainhar novamente, tudo praticamente um só movimento fluído. É dito que um usuário habilidoso desse estilo de luta realiza saques tão rápidos que previnem mesmo que selos de mãos sejam feitos por seu oponente. Um estilo de luta realmente incrível de uma terra longínqua.

‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ ‏‏‎ O livro encerra, assim como anterior, com ilustrações dos estilos de luta mencionados. O Jūjin Taijutsu arranca um sorriso do meu rosto, porque era aquilo que eu pretendia aprender no futuro. Golpes furiosos com garras, acrobacias e movimentação em grande velocidade, e ainda com o Kai ao meu lado fazendo o mesmo. O Sairento Kiringu não tinha imagens muito... Conclusivas, por assim dizer. Todas eram imagens borradas de uma pessoa sendo apunhalada por um ângulo diferente. Basicamente, uma demonstração dos golpes certeiros que os seus praticantes dão. O Iaidō era praticamente um passo a passo do golpe mais básico do estilo. Um saque em arco para cortar seu oponente, com uma mão repousando na bainha. A mão repousando passa os dedos por cima da lâmina enquanto a outra retorna a espada para o suporte. No fim, a mão que atacou fica repousando no cabo enquanto a lâmina limpa do sangue retorna para seu estado inicial. Um estilo bem performático e claramente mortal.

Conhecimentos Treinados:

Nome: Taijutsu Volume 1
Requerimentos: Genin
Bonificação: Conhecimento Básico em Taijutsu
Descrição:Livro sobre o funcionamento básico de Taijutsus (Estilos de lutas básico, posição de ataque e defesa, acrobacias mais detalhadas) e algumas ilustrações para auxiliar
Nome: Taijutsu Volume 2
Requerimentos: Genin, Conhecimento Básico em Taijutsu
Bonificação: Conhecimento Sobre Estilos de lutas
Descrição:Um conhecimento mais avançado em Taijutsu que permite desenvolver um estilo próprio
Considerações:
O treino completo deu o total de 1563 palavras, sendo 188 de introdução, 657 para a primeira leitura e 718 para a segunda leitura.
Haled
Genin
Genin
Ficha Ficha : Aqui
Vila Vila : União do Fogo
Ver perfil do usuário

Re: [Local] Biblioteca

em Seg 14 Jan 2019 - 9:33

HP: 10/10 CK: 10/10 ST:0/5

Mais um dia seguindo em direção da biblioteca da vila para estudar… Espreguicei de modo cansado enquanto lentamente me sentava, respirei fundo enquanto encarava com todo o meu foco o terceiro volume sobre taijutsu.

— Poderia ser como naquela teatro em que os antigos jogam todo o conhecimento para dentro da cabeça da pessoa ai ela fica inteligente... —

Eu ouvir um som da bibliotecária: Shiuuu! Então fiquei quieto enquanto abria o livro sobre taijutsu. Comecei a ler lentamente sem muito esforço, mas mesmo com minha alta demonstração de desinteresse e dando a ínfima vontade de estudar eu realmente não entendi nadica de nada! Depois de quase meia hora rachando a cabeça comecei a me perguntar o motivo de ficar tão confuso pois de fato eu havia acompanhado ambos os volumes anteriores e não se demonstraram tão difíceis, sendo assim por qual motivo quando comecei a ler sobre o terceiro volume se tornou assim? Assim que parei para pensar me levantei e tomei o primeiro volume de ninjutsu. Eu estava um pouco frustrado em ter de lidar com outro volume e principalmente ter de colocar de lado o último sobre taijutsu, mas estava seguindo com isso mesmo que fosse algo cansativo.

A introdução sobre ninjutsu começou assim: O chakra era a principal fonte de energia usado pelos shinobis para os mais diversos feitos. Mas para mim eu apenas sabia como utilizar as técnicas básicas ninjas nos quais fossem apenas para uso de distração ou seja as habilidades gerais de todo os ninjas. Com o passar dos minutos comecei aprender mais sobre a natureza de chakra e que quanto melhor o controle de chakra mais fácil era para desenvolver técnicas sem desperdiçar chakra a mais. Considerando isso acabei percebendo que mesmo usando técnicas a quantia de chakra poderia variar se o controle de chakra não fosse bom o bastante, sendo assim parei para pensar um pouco sobre isso. A mistura entre energia mental e energia física adquiridos com o treinamento contribuem enormemente para realçar as reservas de chakra em um corpo, sendo assim quanto mais esforço maior seria. Enquanto lia sobre isso acabei finalmente percebendo a razão da minha leitura sobre o terceiro volume ter fracassado, sendo assim voltei a ler o volume que havia abandonado.

Lentamente voltei minha atenção e entendi que o terceiro volume retrata a união de ninjutsu e taijutsu o que a deixava diversas dobras mais letal do que apenas usar o corpo físico. Embora fosse em realidade que nintaijutsu era uma arte pouco explorada eu estava mais concentrado em entender o motivo disso… Horas se passaram e havia muita pouca referência de nintaijutsu conhecidos no livro, visivelmente era um patamar de conhecimento que muitos poucos shinobis alcançaram. Enquanto minha pesquisa avançava mais curioso eu me tornava com isso, apesar de ter muito pouco conhecimento sobre ninjutsu eu havia aprendido o bastante para entender que misturar qualquer uma das três fundações transformavam em algo muito versátil para seu poder pessoal. As horas passaram e cada vez mais sentia que os estudos havia me proporcionado uma nova ideia de um estilo de luta, embora devo dizer que era muito difícil compreender com toda a minha razão eu havia alcançado uma boa perspectiva das matérias abordada, claramente tal conhecimento seria útil para mim. Com o decorrer dos minutos finais da minha leitura me coloquei a pensar calmamente sem ler mais nada, apenas absorvendo tudo que eu havia lido: Nintaijutsu era uma tendência de misturar ninjutsu e taijutsu proporcionando ao usuário novos leques de possibilidades, mas também se tornavam a ser algo que muitos poucos shinobis alcançavam. Com isso cheguei a simples conclusão, deveria me esforçar em ninjutsu se quisesse ter uma boa margem para avançar sendo assim partir da biblioteca.

621/600
Consideração.:

Volume de Taijutsu 3, Ninjutsu 1.


------

Shimura Clã Genin.


Stay Cool.

Thanks @ Solaria Magnum CG
Khada
Administrador
Administrador
Ver perfil do usuário

Re: [Local] Biblioteca

em Seg 14 Jan 2019 - 11:35
@Inuzuka Akita Aprovado. + 20 de xp e conhecimentos adquiridos com algumas exceções.
Detalhe para alguns conhecimentos que são impossíveis de ser adquiridos e você narrou.
Informações sobre Byakugan e clã Hyuuga; podem ser mencionados do livro, mas somente quanto ao estilo de luta. Ou seja, informações sobre visão do Byakugan e semelhantes são inválidas.
Hachimon Tonkou; é um Kinjutsu e nenhum livro menciona ele, mesmo que superficialmente. Ou seja, não tem conhecimento sobre isso.
Sairento Kiringu: É um estilo provindo de Kirigakure, e nesse universo ninguém dentro da União de Fogo sabe sobre ele. Ou seja, é impossível ter informações do mesmo em um livro da União (konoha)
Iaidō: Mesma coisa que o anterior. É do País do Ferro e ninguém tem conhecimento sobre ele, então não contém no livro.

Tu conseguiu apenas informações sobre os estilos de luta pertencentes a União do Fogo ( konoha )


@Haled Aprovado. + 20 de xp e conhecimentos adquiridos.

------

Re: [Local] Biblioteca

em Ter 15 Jan 2019 - 9:05


         Tendo finalmente se graduado como um gennin, Kishin sabia que agora deveria se empenhar muito mais para que pudesse se destacar dentre os demais ninjas de sua aldeia; ora, sua ambição era tornar-se tão poderoso e influente que seria capaz de reduzir ao máximo aquilo que ele julgava como injustiça e maldade. Como fora influenciado desde muito cedo, sabia bem o valor do conhecimento e da sabedoria; decidiu que o primeiro passo seria simplesmente empenhar-se nos estudos para conhecer mais sobre aquele universo em que havia acabado de entrar. Ciente de que a leitura seria o caminho mais fácil para que pudesse realmente aprender, seguiu à biblioteca de sua vila com a intenção de simplesmente conhecer mais. Ao adentrar na construção, sua mente relembrou-lhe de algumas memórias, proporcionando-lhe um sentimento nostálgico; quando era mais novo costumava ir à biblioteca com seus irmãos para alugar livros com teor religioso e filosófico; já que a doutrina da família era bem rigorosa nesses aspectos, vinha sempre ler bastante sobre a vontade do fogo e até mesmo sobre o ninshu, uma velha religião que quase foi extinguida pelo tempo ━ sendo preservada apenas por famílias de cultura mais tradicional, como a do próprio garoto.

         Era bom recordar de seu passado; lembrava que a família parecia mais unida naqueles tempos. Agora que seus irmãos mais velhos ocupam cargos de elite dentre os ninjas, possuíam pouco tempo livres; não que o garoto realmente se importasse com isso, mas questionava se seu tempo também se tornaria tão limitado. Ele só percebeu que o seu tempo livre já estava encurtando quando vislumbrou as enormes prateleiras de livros que se ramificavam naquele espaço; eram milhares de livros. Muita informação estava armazenada naquele espaço, era simplesmente um enorme acervo de conhecimento. Um sorriso moldou-se na face do garoto; entendeu que demandaria bastante esforço e tempo para realmente aprender tudo sobre o que é ser um ninja. Mas ele não se intimidou; na verdade empolgou-se ainda mais, sua natureza era extremamente curiosa. Sabia que havia muita coisa interessante que esperava ser descoberta por ele.

         Para iniciar os estudos, decidiu que seria melhor conhecer o local de seu trabalho. Sabia a importância de conhecer aquela região porque aumentaria a sua eficiência em determinadas missões; além de que, claro, conhecendo os detalhes da vila não correria o perigo de acabar se perdendo por ali. Morando distante da região urbana, já que sua casa era nas proximidades de um santuário, ele não conhecia bastante da vila; conhecia mesmo eram os arredores dela, já que sempre caminhava pelas florestas e bosques que cercavam a aldeia. O livro que tomou para estudar chamava-se "Geografia de Konoha", era um livro que apenas pessoas autorizadas poderiam ter acesso. Ele se sentou em uma das mesas mais afastadas, e, ficou ali lendo atentamente às informações contidas naquele livro. O livro relatava diversas informações importantes como clima e relevo da aldeia; aspectos que havia já estudado superficialmente durante a acadêmia ninja, a leitura sempre remetia ele à coisas que aprendeu no passado. Havia também extensos mapas que ilustravam as localizações da vila, mostrando caminhos e pontos importantes.

         Mesmo que já estivesse acostumado com a leitura, Kishin tinha extrema paciência para ler. Doava toda a sua atenção para aquele momento em que podia absorver mais conhecimento; a cada nova coisa aprendida, sempre parava, refletia e meditava sobre aquilo, para que pudesse realmente entender. Para facilitar ainda mais os estudos, tentava buscar em sua memória referências de locais que ele já conhecia, de forma que pudesse realmente entender as demais localizações da vila. O seu estudo sobre a geografia perdurou apenas a metade daquela tarde; não era um assunto tão extenso, só precisava doar um pouco de sua atenção e foco para os detalhes. Ao terminar de desfrutar do primeiro livro, o devolveu à prateleira e seguiu para o próximo aprendizado do dia; buscou por um livro que se aprofundasse naquilo que fora aprendido durante as aulas teóricas da academia.

         Não demorou para que encontrasse uma área especifica que continha diversos livros sobre faculdades ninjas; o local era realmente rico de conteúdo. Deslizou seus olhares em busca de qual seria o primeiro livro que tomaria para ler: e, acabou por optar pelas habilidades que mais o encantava: o ninjutsu. Era natural que o ninjutsu fosse a categoria de técnicas que mais agradasse os olhos de Kishin; afinal, ele também havia estudado bastante o ninshu. Ao tomar em mãos o primeiro volume, ele se sentou no local reservado ali e passou a devorar mais e mais aquele conteúdo; ele também lia com bastante atenção, revisando tudo que aprendia por ali. Ele ainda manteve a mesma forma básica de estudo, sempre analisando os detalhes minuciosamente, refletindo e meditando à cada informação nova. O livro discorria bastante sobre o funcionamento do chakra e também continha a explicação de algumas técnicas mais avançadas. Tendo já familiarizado com o chakra, Kishin sempre trazia referências da prática de meditação que o auxiliava a ter o controle sobre o seu "espírito". Já tendo estudado todo aquele conteúdo com o seu irmão, aquele livro foi mais fácil de ser estudado; porém, se aprofundava ainda mais nas informações e detalhes, listava também algumas técnicas mais avançadas e habilidades mais específicas.

         Quando finalmente terminou a leitura, a noite já havia chegado. Ele se espreguiçou da cadeira e levantou-se para colocar o livro de volta à prateleira. Em sua mente já havia diversas novas informações que tinham de ser  organizadas e preservadas, quando chegasse em casa ele sabia: iria meditar e repensar em tudo aquilo que havia aprendido por ali, e claro, agradeceria pelo conhecimento através de uma oração à vontade do fogo. Assim foi ensinado pela sua avó, era necessário ser grato por tudo, e demostrar esse agradecimento através de uma oração era a forma mais humilde e digna de ser merecedor daquilo que lhe proporcionavam. No dia seguinte, voltaria para a biblioteca para que pudesse estudar ainda mais.


HP: 20/20 || CH: 20/20 || ST: 5/5



Conhecimentos:

Geografia de Konoha
Requerimentos:
Genin
Bonificação: Conhecimento Geográfico da Aldeia
Descrição:
Um livro que da as informações principais sobre clima e relevo onde a aldeia da Folha esta localizada, tais como um mapa da cidade que auxiliara em suas missões.[/b]


Ninjutsu Volume 1
Requerimentos:
Genin
Bonificação:
Conhecimento Básico em Ninjutsu
Descrição:
Livro sobre o funcionamento básico de Ninjutsus (como o chakra é usado, modelagem de chakra, variação de forma), assim, sendo útil no aprendizado de técnicas mais avançadas na área de ninjutsu.(Esse livro não fala das naturezas elementais)

Número de Palavras: 994 de  6OO
Idas à biblioteca na Semana: 1 de 2

Khada
Administrador
Administrador
Ver perfil do usuário

Re: [Local] Biblioteca

em Ter 15 Jan 2019 - 11:47
@ 20 de xp e conhecimentos adquiridos.

------

Tenma
Genin
Genin
Ficha Ficha : Senju Tenma
Vila Vila : União do Fogo
Ver perfil do usuário

Re: [Local] Biblioteca

em Ter 15 Jan 2019 - 13:03
conhecimento
selamento e geografia

Estava relativamente cansado pela noite passada. O velho Tyr me ensinou algumas técnicas na qual usei muito de meu chakra. No dia de hoje intencionava me submeter ao mesmo treinamento, contudo decidi por dar uma passada na biblioteca a fim de clarear minha mente. Trajei-me adequadamente, tomei o meu café da manhã e após me despedir de meus pais, parti para o centro da vila para estudar alguns exemplares. Assim que cheguei ao grande estabelecimento, como sempre, cumprimentei a bibliotecária dos cabelos rubros e me direcionei ao passadiço na qual possuía alguns manuscritos que julguei interessante em uma outra oportunidade, mas não tive o ensejo em decifrá-los.

Em meio ao imenso corredor, parado, fitei alguns títulos de meu interesse. Muitos ali eu já havia adsorvido, afinal me era costumeiro estar ali no montante de livros. Meus olhos alcançou dois exemplares desconhecidos. Um se intitulava Fuinjutsu Básico e o outro Geografia da União. Tratei de tomar posse de ambos e me direcionei até uma mesa na qual comumente me sentava para deleitar de minha leitura. Dessa vez ajeitei-me devidamente na cadeira, arrumando minha postura na qual deixou a desejar em algumas leituras em que ali fiz. Com as costas eretas e o pescoço levemente abaixado, abri o livreto de capa vermelha grafado com um kanji de "União".

Na primeira página já continha uma ilustração do vilarejo. A localização de cada estabelecimento, como campos de treinamentos e o complexo de cada clã. Não havia muito detalhe sobre isso, mas minhas andanças pela vila me permitiu facilmente delinear os limites de cara agregação. Algumas paginas seguintes, especificava a função de cada estabelecimento, como o hospital e a biblioteca. Grafava também o ano de suas construção, que não faziam muito tempo, afinal a União do Fogo ainda é uma "criança".
Por ser um vilarejo tão novo, não há muitas construções, e seu interior é tomado por matas, árvores e algumas rochas, o relevo típico do país do fogo, resquícios de uma gigante área florestal. Ter conhecimento do terreno era mais do que essencial, não só para facilitar sua locomoção, mas também para te dar vantagem em um possível confronto, visto que para o estrangeiro, se locomover naturalmente dentre aquelas árvores é um desafio e tanto, e quem estiver familiarizado com o campo estará em melhor condições de vitória, e é claro, tudo isso teoricamente. A flora do País do Fogo era tão rica que proporcionava espécimes raras de vegetais com várias funções medicinais. Lembro-me até hoje de quando colhi algumas ervas para o hospital.
O clima da União não tinha nenhuma particularidade, o inverno fazia frio moderado e o verão calor igualmente contido. Com certeza o excesso de árvores ajudava e muito a manter o clima do ameno. Logo concluí aquele estudo e parti para o seguinte.

Tratei de iniciar minha leitura sobre fuinjutsu. Já havia aprendido algumas técnicas básicas naquela arte, e por conta disso, tinha o conhecimento que era uma técnica de selamento, capaz de selar objetos ou chakra em um pergaminho. Descobri que também poderia prender seres vivos e mais algumas variedades de objetos. Não somente isso, como restringir movimentos e de alguma forma selar e retirar algo de dentro do próprio corpo humano, o que provava que tal técnica era bastante versátil e que para domina-la requeria muito talento e treinamento. O livro era básico e não se aprofundava em como tudo aquilo era possível. Continha algumas ilustrações de alguns selos mais conhecidos, como os aprendidos na academia ninja e outros mais. Certamente os símbolos eram muito complexos. Não demorou muito para finalizar o manuscrito. Assim devolvi ambos a suas prateleiras e me retirei do local, não sem antes me despedir da sempre atenciosa atendente do estabelecimento.

HP: (20 • 20) CH: (25 •  25) ST: (0 • 5)

Considerações:
- Aparência
Geografia da União do Fogo e Fuinjutsu Básico.
622 palavras para aprender
Bolsa:

8 Shuriken
8 Kunais
3 Hikaridama
(4) 20m de fio de aço
(4) 20 Kibaku Fuuda
3 Kemuridama


------

Odin
O Criador
O Criador
Ver perfil do usuário

Re: [Local] Biblioteca

em Ter 15 Jan 2019 - 13:05
@Khada escreveu:@ 20 de xp e conhecimentos adquiridos.
Haled
Genin
Genin
Ficha Ficha : Aqui
Vila Vila : União do Fogo
Ver perfil do usuário

Re: [Local] Biblioteca

em Ter 15 Jan 2019 - 20:18

HP: 10/10 CK: 10/10 ST:0/5
Meu dia de folga! E lá estava eu indo para a biblioteca. Convenhamos eu não era nenhum gênio, mas estava melhorando. Sentei-me em uma das cadeiras por alguns minutos descansando, estava recuperando o fôlego quando finalmente decidir o que deveria estudar. Peguei o segundo volume sobre ninjutsu, este que era uma compilação sobre as natureza elementais como o Katon: É a natureza das chamas sendo uma das cinco naturezas básicas e elementais da transformação do chakra. De fato era interessante tais aplicaçoes da natureza do chakra, embora eu quisesse aprender sobre a água continuei a ler na ordem do livro… Fuuton: É a natureza do vento também fazendo parte das cinco naturezas básicas, de fato era uma das que o meu clã mais se sobressaia e eu estava confiante que um dia eu iria manifestá-la. Continuei a ler com interesse chegando a terceira natureza da tabela o Raiton: Como as anteriores faz parte das natureza básica sendo a natureza do raio, enquanto parava para olhar para alguém aleatório que passava pelo momento imaginei que provavelmente esta seria uma natureza que eu detestaria obter, sendo assim partir para o próximo. A próxima natureza elemental básica era o Doton: A terra ele o elemento que continha maior poder defensivo, mas como o livro era o básico ele dificilmente abordava o motivo, assim continuei minha leitura e finalmente cheguei em algo do meu interesse. A natureza elementar básica Suiton: Era  a natureza da água uma das que mais me atraia e denotava meu interesse. Embora a coletânea do volume dois de ninjutsu não tivesse nada detalhado era bem sucinta em explicar que a natureza da água combatia fogo, fogo combatia vento, vento combatia relampago, relampago combatia terra e a terra combatia a água criando um círculo de força e fraqueza. que de fato trazia o meu interesse.

Assim tomei coragem e guardei o volume seguindo para a prateleira tomando o livro sobre Fuuton da prateleira. Tornei a me sentar lendo atentamente sobre a liberação de vento; A primeira coisa que eu li fora - A natureza Fuuton é bem rara entre as cinco, certo, isso era legal. A natureza de chakra Fuuton é moldada ao fazer do chakra mais fino e afiado possível, sendo assim isso trazia uma facilidade maior em técnicas de perfuração e corte. Parei de ler por alguns segundo enquanto me levantei e comecei a tirar a tensão das minhas costas, finalmente voltei a me sentar e continuei minha leitura. Fuuton poderia ficar consistindo em principalmente técnicas de curto à médio alcance, assim como as técnicas de vento são realizadas geralmente sob a circulação de ar podendo ser fortalecidas por esse método também… Nesta parte eu tinha uma breve consciência que os Shimura tinham uma afinidade e um modo exclusivo de usar o chakra Fuuton, mas estava longe de mim querer entender no momento... O Chakra da natureza vento também pode ser canalizado em lâminas para aumentar seu poder de corte e alcance de maneira extraordinária. Além disso, também pode ser usado com água para aumentar seu poder destrutivo geral e concussivo. Enquanto mantinha minha concentração decidi reler todo o texto para manter a ideia bem fixada em minha cabeça, mas de fim. Entendi que Fuuton era forte contra Raiton esta no qual poderia isolar o elemento naturalmente, assim havia uma fraqueza óbvia para a natureza Fuuton esta que era facilmente superado pelo Katon, assim concluir meus estudos sobre o elemento Fuuton com certo prazer, mas algumas dúvidas restavam em minha mente tais como seria possível afinar e afiar o chakra para se tornar fuuton, assim quais eram o método Shimura de manipulação, mas no fim mantive-me concentrado e logo concluir que havia lido tudo de interesse..

616/600

Consideração:
Volume de Ninjutsu 2 e Volume de Ninjutsu 3 - Elemento Fuuton.


------

Shimura Clã Genin.


Stay Cool.

Thanks @ Solaria Magnum CG
Khada
Administrador
Administrador
Ver perfil do usuário

Re: [Local] Biblioteca

em Ter 15 Jan 2019 - 21:50
@Haled então meu consagrado. Sorry te frustrar novamente, mas a regra é clara:

-----Regras----- escreveu:--- Cada usuário só pode aprender 2 informações por vez afim de evitar o desbalanceamento.
--- Só pode ir a Biblioteca 2 vezes por semana.
--- Cada informação concederá 10 de Experiência
--- Toda a informação será obtida de acordo com os critérios de avaliação.

Isso está escrito neste tópico mesmo.

Só é permitido duas idas a biblioteca por semana, e acima já consta que esteve aqui no dia 13 e 14. Ou seja, agora é só semana que vem. E por isso está reprovado seu aprendizado. Apenas reposte na semana que vem xD

------

Re: [Local] Biblioteca

em Qui 17 Jan 2019 - 10:36




         O amanhecer trouxe o azul do céu, e com ele veio o raiar do dia. Ainda era cedo quando os civis da União do Fogo acordaram e se mobilizaram para seguir suas rotinas, andavam pelas vastar ruas da aldeia, cada um seguia seu rumo para realizar suas tarefas cotidianas. Os dias eram cíclicos, repetitivos; era raro acontecer algo que chamasse atenção e realmente alterasse os acontecimentos dali, mas ainda assim a grande maioria das pessoas pareciam satisfeitas com tudo aquilo; afinal, aquela união pelo menos garantia uma sensação de segurança. Como de costume, Kishin também acordou cedo e se pôs ao dispor de sua avó: sua rotina era feita por diversos hábitos rigorosos, iniciava o dia com uma meditação e uma reza para agradecer a noite de sono e o dia que estava começando. Logo depois, ele e seu irmão ajudavam a avó com os afazeres domésticos. Ainda que tivessem se graduado como ninjas, muita coisa de suas rotinas não havia alterado ainda ━ seguiam vivendo uma vida simples, onde tinham que realizar tarefas corriqueiras. Kishin ainda não havia conhecido o que é uma luta de verdade; ainda não havia arriscado sua vida em um combate sangrento; ele ainda não sabia o que era morte. A simplicidade em suas missões o fazia questionar se ele realmente estava contribuindo como um soldado para a União do Fogo; mesmo que estivesse disposto a dar sua própria vida em combate, não parecia que estava sendo valorizado.

         De toda forma, aquilo não o desanimou. Estava se empenhando para realizar com perfeição todas as tarefas que lhe fossem requeridas; sabia que, talvez, o acumulo daquelas tarefas teriam um valor crucial em seu reconhecimento como um ninja de verdade. Após auxiliar a sua família nas tarefas domésticas, ainda era manhã e ele tinha um tempo livre; decidiu que seria uma boa oportunidade para ir à biblioteca voltar-se aos estudos, se empenhando para aprender sobre a parte teórica daquele universo em que ele ainda era um mero novato. Afinal, agora que se havia se graduado da academia, havia tempos vagos para o estudo. Não tardou para se arrumar e caminhar pelo percurso seguindo até o centro da vila; sua casa era um tanto afastada da região urbana da União do Fogo. Adentrou à biblioteca se identificando como um gennin da vila, tendo acesso à uma área de livros que somente ninjas poderiam ter. Seus olhos atentos procuravam dentre as vastas opções livros que pudessem o auxiliar a aprender novas técnicas; aliás, queria tornar-se forte e transformar esse estudo teórico em um aspecto mais solido.

         Foi quando achou um volume que dava sequência aos estudos feitos anteriormente; este era um livro acerca de Ninjutsus que se aprofundava nas Transformações das Naturezas; Kishin atentamente se dispôs à ler e estudar aquele livro, tendo uma enorme sede de conhecimento. Leu atentamente à todas informações contidas ali, sempre se empenhando para entender o conteúdo, fazendo referências com aprendizados anteriores e meditando sobre aquilo que entendia. O livro continha informações cruciais sobre técnicas elementais e seus funcionamentos; possuía também algumas figuras que auxiliavam na compreensão. Dentre os demais conhecimentos que estavam descritos ali, estava um diagrama que posicionava cada elemento em um círculo, mostrando qual elemento tem vantagem sobre o outro. O livro também exemplificava modelagens avançadas da natureza, trazendo uma lista de técnicas e descrições que explicavam detalhadamente o processo do chakra que era modelado até se tornar a técnica em questão, assim como o efeito dos elementos quando eram aplicados em um fluxo de chakra; também dizia sobre o teste do papel que permitia o ninja a descobrir sua afinidade elemental.Todo aquele conhecimento enriquecia os saberes de Kishin; que agora questionava-se sobre qual seria sua afinidade elemental.

         Tendo aprendido que a afinidade elemental está ligada também diretamente com a genética, lembrou-se dos elementos que os seus irmãos eram capazes de dominar. Se guiou tomando os irmãos mais velhos como base, e lembrou que os dois utilizavam bastante a liberação de água. Criando um alelo lógico entre o aspecto genético e a afinidade elemental de seus irmãos, acreditou que provavelmente ele também teria a mesma afinidade e decidiu seguir os estudos partindo para um volume que se aprofundava no respectivo elemento. Não foi difícil achar o livro que se aprofundava nas habilidades de Suiton; e, Kishin simplesmente iniciou uma leitura árdua, extremamente atenta, focando-se apenas em aprender. A leitura forneceu saberes importantes para o garoto; desde aplicações simples à mais avançadas. Havia no livro uma vasta lista de algumas técnicas de água, desde algumas simples até algumas mais complexas. O livro também detalhava alguma aplicações para aquelas técnicas, estratégias e situações em que elas poderiam ser usadas, detalhando a forma de aprendizado de algumas e onde elas haviam se originado.  Todo o conceito do elemento era aprendido por Kishin.

         Após o estudo, retornaria para casa onde poderia refletir sobre todo o conhecimento adquirido naquelas leituras. Se focaria em relembrar e aplicar tudo que aprendeu; queria descobrir qual era a sua afinidade elementar e aprender a usar algumas técnicas referentes à essa. Alugou os dois livros e voltou para casa, com o passar dos dias ele viria a estudá-los com mais prontidão, também ansiava em descobrir qual era o seu elemento e aprender algumas técnicas tomando o livro como base. Kishin finalmente iniciaria efetivamente o seu treinamento como um verdadeiro ninja.


HP: 2O / 2O  || CH: 3O / 3O || ST: 1O / 1O



Conhecimentos:

Nome: Ninjutsu Volume 2
Requerimentos:
Genin, Conhecimento Básico em Ninjutsu
Bonificação:
Conhecimento Ninjutsu Elemental
Descrição:
Livro sobre as modelagem mais avançadas e seus elementos principais, vulgo naturezas elementais

Nome: Ninjutsu Elemental ━ Liberação de Água
Requerimentos:
Genin, Conhecimento Ninjutsu Elemental
Bonificação:
Conhecimento Elemental ━ Liberação de Água
Descrição:
Existem 5 materiais que abordam com mais detalhes cada elemento, vantagens e desvantagem, formas de usa-lo e outros detalhes importantes.

Número de Palavras: 895 de  6OO
Idas à biblioteca na Semana: 2 de 2
hx!
Genin
Genin
Ver perfil do usuário

Re: [Local] Biblioteca

em Qui 17 Jan 2019 - 11:35





Aquele era o meu recanto! Ainda mais novo tive a ideia de construir um santuário pessoal para aquilo que eu mais considerava saudável à mim; ler. Tratava-se de uma caverna atrás das águas fluentes nas terras do clã Nara, em seu interior encontravam-se livros empilhados à se perder de vista e espalhados por todos os cantos daquele interior gélido de rochas. Suas alturas variavam como edifícios e lá se encontrava um acervo calculado por mim, medindo livros que seriam de maior eficácia e de implicância maior no meu desenvolvimento humano. Tratava-se de uma biblioteca pessoal, e que convenhamos, era nada tradicional, porém era meu conforto e retiro para o hobbie.

Havia alguns meses desde que entrei naquele local com suprimento suficiente para mais alguns outros, e fiz daquele isolamento um fruto de conhecimento. Nada como os budistas ou taoistas falariam, mas algo muito mais introspectivo e pessoal, talvez no fundo até semelhantes com os interesses desses religiosos; conflituoso de certa forma. Alguns passos básicos estavam sendo tomados com aquele livros sobre Ninjutsu em minhas mãos; Já entendia algumas coisas sobre chakra, seu fluxo e a forma como trabalha em nosso interior, mas aprofundar-me em algo mais acadêmico me proporcionou uma visão diferenciada, quase que uma imersão psíquica dentro de suas funcionalidades. Para mim ficou mais claro naquele instante como algumas técnicas incorporavam o xeque final em várias batalhas, pois elas poderiam partir de um entendimento maior, aquele mesmo entendimento que eu estava tendo acesso naquelas páginas, para explorar a fraqueza e os flancos das demais habilidades. Ao ler sobre a exteriorização de energia vital parti para uma reflexão simples e conclusiva sobre o hijutsu exclusivo de minha linhagem sanguínea. O kagemane proporcionava a manipulação mais cruel e objetiva para que um shinobi, digno de caminhar pelas sombras, poderia ter. E ali ficou óbvio que partia tudo daquele princípio. Folhei aquelas vidas como se passasse almas, e buscava absorver tudo que havia para ser transmitido ali; mas aquele volume não era único.

Apesar de não ver Kowen há um bom tempo, levei seus conselhos em meu abrigo intelectual. Havia descoberto que minha natureza elemental era o fuuton; manipular os ventos que agem tão calmos como as sombras. As coisas costumam se conectar se olhar de forma angular. Porém, sou aprendiz, um eterno aprendiz, e para me aperfeiçoar tenho que ter sabedoria sobre tudo que cerca o assunto. E de tal forma estava eu, com um volume primário que partia dos pressupostos elementais. Pouca coisa ali me surpreendeu, nada como ocorrido anteriormente, mas tudo fazia sentido. As fraquezas que delimitavam os caminhos, e as soberanias que garantiam a vitória; eu por exemplo teria que me cuidar contra usuários habilidosos de katon. Já raiton... Modelagem de chakra não vinha apenas do reflexo sólido de energia que transpassa seus poros, tinha uma mutação em elementos e aquilo era o fundamental. Dali eu deveria partir para este rumo, focar neste trinamento específico até que a família me autorizasse o aprendizado de nossas técnicas; clã se trata mais de hierarquia do que de meritocracia. Cada linha era um esclarecimento, e tudo se conectava de forma instantânea na minha mente, como peças abstratas que tomavam formas apenas para se encaixarem. É por isso que fiz da leitura meu maior hobbie, era tudo tão lógico quando se tratava de sentar e entender as coisas. As pessoas deveriam conversar mais! Segui aquela leitura, agora de forma mais relaxa devido ao enrolado de ervas que me induzia em uma dispersão inconsciente. Deveria agradecer por ter conseguido chegar na última página antes de desabar em sono sobre aquele trono de livros no qual estava sentado, deixando o cigarro cair no cinzeiro. Dizem que aprendemos dormindo.

CH: 10 & HP: 10 & ST: 5

o.b.s.: Ninjutsu nível 1 & 2
A narrativa trata dessa ausência do char pois estou meio afastado e postando pouco, e quis trazer isso para a realidade do fórum também, já que impacta diretamente no desenvolvimento dele. Por isso da biblioteca pessoal e não a biblioteca da vila, mas espero que considerem o conhecimento;
Jin
Genin
Genin
Ficha Ficha : Uchiha Takashi .
Vila Vila : União do Fogo.
Ver perfil do usuário

Re: [Local] Biblioteca

em Qui 17 Jan 2019 - 15:05
@. 20 de Exp. --> Kishin.
@. 20 de Exp. --> Hx.

Re: [Local] Biblioteca

em Ter 22 Jan 2019 - 21:03




         Com o anúncio do exame chuunin e do evento da união, os dias tornaram-se mais agitados e curtos para Kishin. Agora havia uma enorme pressão sobre seus ombros: devia se empenhar mais, torna-se mais capaz. Devia honrar a sua família ao se destacar em seus feitos públicos; deveria se tornar um ninja exímio para limpar o passado sujo que tanto envergonhava ao seus parentes. Após um vasto dia realizando missões, Kishin amanheceu disposto para retornar com os treinamentos rotineiros; isso implicava em algo especifico que ele valorizava bastante: conseguir mais conhecimento. Ainda era cedo quando saiu de sua casa e partiu na direção da biblioteca de sua vila; tinha livros que havia alugado e deveria devolver, mas o mais importante era sua ambição pelo saber; ansiava em devorar os conhecimentos que estavam à disposição dele naquele local. Sabia que o primeiro ponto para tornar-se forte era enriquecer-se com a sabedoria, para assim, depois materializar o que fora compreendido e mentalizado; acreditava fielmente que esse era o processo mais eficaz e produtivo para se tornar forte. Forte o suficiente para ser aprovado durante o exame.

         Já estava familiarizado com aquele local; já havia ido várias vezes à biblioteca para realizar estudos anteriormente. A bibliotecária até mesmo já o reconhecia: ━━ Ohayou, Kishin-kun. Veio estudar de novo? ━━ Questionou a moça que ficava responsável pela recepção, era extremamente carismática com o garoto; parecia reconhecer o esforço que o garoto possuía já que ele sempre estava indo para ali estudar e se empenhar nos estudos. Kishin abriu um sorriso e respondeu de maneira esportiva: ━━ Sim, preciso me esforçar para aprender mais caso eu queira me destacar durante o exame chuunin. ━━ por ser um tanto introvertido, tentou não estender a conversa; entregou os livros e procurou adentrar ao local mas fora interrompido antes pela fala dela: ━━ Não se cobre muito, espero vê-lo no festival. ━━ Kishin respondeu com um sorriso e caminhou procurando livros que lhe fossem úteis. Se deslocou dentre as vastas prateleiras até encontrar dois volumes que lhe chamavam atenção; um sobre selos manuais e o segundo sobre genjutsu.

         Se aconchegou em uma mesa vazia, e, ali mesmo voltou seu foco apenas para a leitura. Se empenhando para sempre aplicar o conhecimento sempre meditando sobre aquilo que era absorvido, conciliando o novo conhecimento com o que ele já sabia; a primeira leitura detalhava mais sobre o aspecto de como moldar o chakra, o próprio sistema circulatório de chakra e como os selos serviam como catalizadores, tendo foco sobre os selos manuais, os capitulos discorriam sobre cada um dos selos básicos, suas peculiaridades e funções; também dizia sobre a capacidade de alguns ninjas experientes que eram capazes de predizer a utilização de determinados jutsus através da vistoria dos selos de mão; já que há alguns selos manuais que são referentes à um elemento, por exemplo. O livro também possuía diversos exercícios para treinar a utilização dos selos manuais, especificando a utilidade de fazê-los de forma célere para não perder tempo em combates. É claro, todo o livro era composto de gravuras e imagens que ilustravam os selos tornando uma leitura extremamente agradável e didática. Kishin pôde praticar alguns exercícios enquanto lia, via aquilo como extremamente importante, procurava armazenar todo o conteúdo em sua mente, sempre meditando; recordando-se de selos que os seus irmãos usavam quando realizavam jutsus, e até mesmo selos que ele sabia.

         Não demorou para que ele terminasse a leitura e prosseguisse ao outro livro que complementava tudo aquilo que havia sido aprendido outrora; era um livro que detalhava mais sobre o sistema circulatório de chakra e como funcionavam os genjutsus. As explicações eram mais profundas e detalhadas; especificando maneiras de evitar e como poderia simplesmente se livrar dessas habilidades. O livro também discorria sobre algumas técnicas mais avançadas, de até rank B, explicando o funcionamento de cada uma delas e trazendo exemplos de aplicações; como situações em que ninjas usavam-a e demais utilidades. Detalhava também maneiras mais eficazes e como se prevenir contra ilusões. A leitura também era bastante proveitosa para o garoto; que continuava imergindo ao mundo do conhecimento, sempre devorando aqueles saberes e meditando sobre aquilo que era aprendido. Lembrava-se de experiências em que seus irmãos mais velho o colocava em ilusões quando mais novo. O garoto continuou o seu estudo, desenvolvendo ainda mais os seus conhecimentos. Tiraria aquele dia para aprender, pois sabia que depois, talvez, não teria mais tempo para ir à biblioteca para estudar assim; a partir dali, seu treinamento seria sempre prático.



HP: 21/21 || CH: 31/31 || ST: 5/5




Realizações:

Nome: Selos de Mãos Volume Unico
Requerimentos:
Genin, Conhecimento Básico em Ninjutsu
Bonificação:
Conhecimento em Selos de mãos
Descrição: O livro retrata a ferramenta auxiliar dos Ninjutsus, o que da suporte ao moldar o chakra, os Selos de mãos. O conteúdo ensina como fazê-los, significados, exercícios básicos e gravuras para auxiliar no entendimento

Nome: Genjutsu Volume 1
Requerimentos:
Genin
Bonificação:
Conhecimento Básico em Genjutsu
Descrição:
Livro sobre o funcionamento básico de Genjutsu ( Se resume aos efeitos até rank B, Detalha melhor as formas de saida) explicando alguns aspectos mais avançados

Número de Palavras:
755 de 6OO

Idas à biblioteca:
1 de 2

Obs.: não saí da biblioteca porque farei uma parte 2 pegando mais dois conhecimentos amanhã.
AoYume
Genin
Genin
Ver perfil do usuário

Re: [Local] Biblioteca

em Ter 22 Jan 2019 - 21:20







My true color


F
az algum tempo que não dedico um tempo exclusivamente a leitura ainda que aprecie tanto este tipo de evento. Este costume me vem desde os dias perdida sobre o que fazer nos corredores e longas estantes daquele templo. Novamente estaria para apreciar algo assim, retornando a biblioteca, que, hoje teria todo seu conteúdo disponível para que eu leia.

Não perco tempo escolhendo, minha área a qual venho buscando mais e mais me especializar e também é o foco de meu estudo. Genjutsu, sem pestanejar, escolhendo um livro cujo nome é bem simples. Genjutsu, volume 1. Não vejo os demais volumes por ali e isto me preocupa um pouco, mas, não penso muito nisso por hora.

Me sento e começa a passear meus dedos pelas páginas. Ali diz muito sobre o básico e chega a dar certa ênfase no genjutsu kai, em como sair desta arte e como ela funciona em sua base. Sobre a perturbação do chakra através de manipulação em Yin e também como isso deforma a corrente de chakra próxima ao cérebro para provocar as alucinações feitas. Não encontro nada a respeito de dano real e também não espero tal em um volume um. Sou curiosa a respeito da possibilidade já que perturba diretamente na forma de interagir com o mundo do alvo.

Vou chegando as últimas páginas até um pouco triste, pois, nisto também vou ficando ciente que não há um próximo volume. Começo então, a relê-lo do princípio. Há um ditado que diz que não se leu um livro de verdade até que tenha lido de novo, que sempre há algo novo para notarmos. Aquele não era diferente. Noto que, ali também deixa algumas circunstâncias interessantes que não interferem apenas diretamente no usuário, mas, com a relação do meio para com os presentes. Gostaria de aprender alguma técnica que faça algo nessa direção, mas isso é conteúdo para outro momento.

Genjutsu Volume 1

O segundo livro, diferente do primeiro, não era algo pelo qual eu desejava buscar para meu próprio uso. Pelo contrário, este era para minha reação ao uso alheio. Entenda você mesma antes de seu inimigo, para que saiba seus limites e capacidades, então, conheça seu inimigo para saber o que ele pode fazer. Estaria bem adepta a estes ensinamentos e seguindo para a segunda etapa. Com todo rebuliço de chunin chiken, e, sendo vários dos integrantes usuários desta arte é essencial para mim saber sobre como eles combatem para que possa ter algum tipo de resposta.

Do básico, do primeiro capítulo, partiria meu mergulho naquele conhecimento para meus usos antes descritos. Este, com uma leitura mais atenta e calma, afinal, não uma área de afinidade de prática preciso usar mais minha imaginação e lembranças alheias. Ali, descreve uma série de golpes simples, que, visualizando vou buscando entender. Aos poucos, o que são descrições de golpes como socos, cruzados ou chutes isolados vai virando vertentes de golpes parecidos e que encaixam-se, estilos de luta e descrevendo como um acaba se desenvolvendo para o outro. O termo ainda consegue ser empregado para usos de ninjutsus agregados ou genjutus, mas, é mais próprio e instintivo quando se refere a taijutsu.

Com uma leve introdução, fala um pouco sobre a formas de lutas bastante empregadas em konoha, nada que seja de fato aprofundado, mas, algo como variações de posturas e exemplos sobre juuken, goken e outras artes que são tão conhecidas na vila. Como eles e posicionam e o superficial sobre a forma que visa causar dano. São estes que dominam seus estilos os que mais devo temer por sua habilidade bem sincronizada e encaixada. Isto pela razão de conseguirem encaixar sequências ou golpes mais contundentes, e, finalizar a luta mais rapidamente que eu que preciso de mais de uma etapa por exemplo.

Taijutsu Volume 1
Considerar ás na xp
314 palavras(genjutsu)
309 palavras(taijutsu)
considerar que no anime conheciam os estilos de jutsus mais famosos ainda que não afundo quando assistiram as lutas e até caçoam do naruto por não conhecer

20/20 15/15 05/05
All my friends are heathens, take it slow, Wait for them to ask you who you know, Please don't make any sudden moves, You don't know the half of the abuse, All my friends are heathens, take it slow, Wait for them to ask you who you know, Please don't make any sudden moves, You don't know the half of the abuse


------

O tecer do destino guia
Odin
O Criador
O Criador
Ver perfil do usuário

Re: [Local] Biblioteca

Ontem à(s) 0:13
@
Kinshin, 20 de experiência adquirida & Conhecimentos.

AoYume, 23 de experiência adquirida & Conhecimentos (exceto sobre Juuken, pois ele é uma técnica secreta de clã e estamos recém saídos da Era dos Combates, então não existe compilado isso ainda e ele não se classificaria em "estilo de luta básico".)
Haled
Genin
Genin
Ficha Ficha : Aqui
Vila Vila : União do Fogo
Ver perfil do usuário

Re: [Local] Biblioteca

Ontem à(s) 0:42

HP: 12/12 CK: 10/10 ST:0/5
[Repost da semana passada que fora reprovado pelo limite.]
Meu dia de folga! E lá estava eu indo para a biblioteca. Convenhamos eu não era nenhum gênio, mas estava melhorando. Sentei-me em uma das cadeiras por alguns minutos descansando, estava recuperando o fôlego quando finalmente decidir o que deveria estudar. Peguei o segundo volume sobre ninjutsu, este que era uma compilação sobre as natureza elementais como o Katon: É a natureza das chamas sendo uma das cinco naturezas básicas e elementais da transformação do chakra. De fato era interessante tais aplicaçoes da natureza do chakra, embora eu quisesse aprender sobre a água continuei a ler na ordem do livro… Fuuton: É a natureza do vento também fazendo parte das cinco naturezas básicas, de fato era uma das que o meu clã mais se sobressaia e eu estava confiante que um dia eu iria manifestá-la. Continuei a ler com interesse chegando a terceira natureza da tabela o Raiton: Como as anteriores faz parte das natureza básica sendo a natureza do raio, enquanto parava para olhar para alguém aleatório que passava pelo momento imaginei que provavelmente esta seria uma natureza que eu detestaria obter, sendo assim partir para o próximo. A próxima natureza elemental básica era o Doton: A terra ele o elemento que continha maior poder defensivo, mas como o livro era o básico ele dificilmente abordava o motivo, assim continuei minha leitura e finalmente cheguei em algo do meu interesse. A natureza elementar básica Suiton: Era  a natureza da água uma das que mais me atraia e denotava meu interesse. Embora a coletânea do volume dois de ninjutsu não tivesse nada detalhado era bem sucinta em explicar que a natureza da água combatia fogo, fogo combatia vento, vento combatia relampago, relampago combatia terra e a terra combatia a água criando um círculo de força e fraqueza. que de fato trazia o meu interesse.

Assim tomei coragem e guardei o volume seguindo para a prateleira tomando o livro sobre Fuuton da prateleira. Tornei a me sentar lendo atentamente sobre a liberação de vento; A primeira coisa que eu li fora - A natureza Fuuton é bem rara entre as cinco, certo, isso era legal. A natureza de chakra Fuuton é moldada ao fazer do chakra mais fino e afiado possível, sendo assim isso trazia uma facilidade maior em técnicas de perfuração e corte. Parei de ler por alguns segundo enquanto me levantei e comecei a tirar a tensão das minhas costas, finalmente voltei a me sentar e continuei minha leitura. Fuuton poderia ficar consistindo em principalmente técnicas de curto à médio alcance, assim como as técnicas de vento são realizadas geralmente sob a circulação de ar podendo ser fortalecidas por esse método também… Nesta parte eu tinha uma breve consciência que os Shimura tinham uma afinidade e um modo exclusivo de usar o chakra Fuuton, mas estava longe de mim querer entender no momento... O Chakra da natureza vento também pode ser canalizado em lâminas para aumentar seu poder de corte e alcance de maneira extraordinária. Além disso, também pode ser usado com água para aumentar seu poder destrutivo geral e concussivo. Enquanto mantinha minha concentração decidi reler todo o texto para manter a ideia bem fixada em minha cabeça, mas de fim. Entendi que Fuuton era forte contra Raiton esta no qual poderia isolar o elemento naturalmente, assim havia uma fraqueza óbvia para a natureza Fuuton esta que era facilmente superado pelo Katon, assim concluir meus estudos sobre o elemento Fuuton com certo prazer, mas algumas dúvidas restavam em minha mente tais como seria possível afinar e afiar o chakra para se tornar fuuton, assim quais eram o método Shimura de manipulação, mas no fim mantive-me concentrado e logo concluir que havia lido tudo de interesse..

616/600

Consideração:
Volume de Ninjutsu 2 e Volume de Ninjutsu 3 - Elemento Fuuton.


------

Shimura Clã Genin.


Stay Cool.

Thanks @ Solaria Magnum CG
Haled
Genin
Genin
Ficha Ficha : Aqui
Vila Vila : União do Fogo
Ver perfil do usuário

Re: [Local] Biblioteca

Ontem à(s) 4:37

HP: 12/12 CK: 10/10 ST:0/5

Depois de uma longa, longa semana estava mais uma vez na biblioteca para passar uma boa tarde estudando sem mais preocupações; Sendo assim sentei-me em um dos bancos por alguns minutos tomando fôlego enquanto matutava qual volume deveria de pegar. Assim levantei-me e seguir em direção do livro de Genjutsu, certamente era minha pior habilidade, sendo assim comecei a ler com atenção. O livro trazia muito bem o conhecimento de genjutsu, assim como especificava que quanto mais experiente era o usuário mais diversas formas de atrair sua vítima para seu genjutsu se tornava possível. Isto era um fato preocupante mas continuei a ler...

Enquanto reparava nas informações contidas no caderno pude compreender como as formas de se livrar de um genjutsu através do jutsu do Genjutsu No Kai se tornavam as mais objetivas e simples, diferente da dor auto infligida de forma intensa que reassumia as funções do corpo com tal ato. O jutsu de dissipação de Genjutsu era o melhor método para shinobis inteligentes ou com experiências em genjutsu, sendo assim era um método que ninjas com certo conhecimentos optaram por usar, pois poupava danos ao corpo pois naturalmente a dor proveniente de ser auto infligida era difícil lidar. Quando e onde tais métodos deveriam ser empregados dependiam exclusivamente dos shinobis mas também havia modos de facilitar as coisas quando se estar com companheiros que possam sobrepor tais falhas; uma vez que alguns genjutsus eram focados em alvos únicos. Espreguicei rapidamente notando como genjutsu se tornava uma matéria bem delicada, ainda mais para quem não tinha uma boa base nisso como nenhum interesse pela arte. Contive um bocejo enquanto voltava com muito sono a ler o livro; A dor auto infligida era a melhor forma de escapar de um genjutsu uma vez que deixava claro o que era real, do que não era. Mas de acordo com o livro parecia que existia até mesmo genjutsu capazes de causar dor, então tal método deveria ter seus limites ou ao menos brechas que no momento eu não saberia expor.

Ao concluir o livro tornei a me levantar caminhado para uma das áreas mais afastada dalí. Enquanto observava os volumes da sessão notei que havia apenas um livro para a minha patente. Tomei em mãos enquanto observava seu título; Geografia de Konoha. Minha cabeça pendeu para a direita e esquerda de modo pensativo enquanto me questionava se tal leitura valeria a penas, mas no fim apenas o levei para ler.

O tópico abordado pelo livro que tomei era as mais diversas informações sobre a aldeia, embora estivesse claro que informações mais classificas estava vetada já poderia ver que tal leitura não seria de todo ruim. A temperatura de Konoha no verão variava entre 14°C a 40°C? Grifei tal dado com certa estranheza, talvez não estivesse tão preciso mas dava para se ter uma noção do que o livro queria dizer. Konoha reside no fundo de uma floresta na base de uma montanha conhecida como Monumento Hokage, esta no qual atualmente está sem qualquer referência e não se sabe para o que se tornará no futuro. O mapa da cidade fora o que me deixou ainda mais animado ao ler o livro, embora já conhecesse boa parte da aldeia pelas missões que eu tomava encarar o mapa com tudo explicado havia deixado uma forte impressão para mim. Sendo assim tornei a voltar algumas páginas para ler sobre os relevos e mais uma vez confirmar a localização da aldeia. Konoha como uma vila oculta não era facilmente acessada por qualquer civil ou até mesmo ninjas estrangeiros, sendo assim deveria ter isto em mente futuramente.

No fim daquelas horas de leitura ininterrupta consegui para de ler e caminhar um pouco pela biblioteca para guardar o livro. Havia tanta informação, mas eu sentia que havia feito um grande progresso. Sendo assim fui embora do local.


639/600

2/2 Semanal.

Consideração:
Volume de Genjutsu 1 - Conhecimento basico de Genjutsu,  Volume sobre a Geografia de Konoha - Conhecimento Geográfico da Aldeia.


------

Shimura Clã Genin.


Stay Cool.

Thanks @ Solaria Magnum CG

Re: [Local] Biblioteca

Ontem à(s) 8:46




         Os estudos de Kishin intensificavam a medita que ele se aprofundava naquelas leituras; em silêncio, sozinho, aproveitava sempre do silêncio da biblioteca para meditar naquilo que havia aprendido, traçando alelos com aspectos que já sabia e compreendia. O garoto também rezava; unia as palmas da mão em um sinal de gratidão e agradecia mentalmente aquilo que chamava de "vontade do fogo"; a gratidão era um aspecto crucial e extremamente valorizada pela sua religião ━ que também pode ser considerada como uma filosofia. Pode-se considerar que ele tinha  a mania de agradecer ao universo, ou ao fluxo da realidade, toda e quaisquer coisa que julgasse como bom; até mesmo os menores acontecimentos e oportunidades. Isso implicava que ele também era grato pelo mero ato de poder aprender, conhecer, desvendar mais. Após ler, estudar, conhecer e agradecer os dois livros que havia tomado anteriormente, Kishin os devolvera para suas respectivas prateleiras e buscou dois que lhe chamassem a atenção. Ora, ainda havia muito o que aprender, os vários livros dispostos na prateleira mostravam que o conhecimento era infinito; quanto mais ele aprendesse, mais haveria para ele conhecer e descobrir. Seus olhos atentos circularam pelos títulos dos livros ali, e, já estando em uma área especifica sobre capacidades ninjas, encontrou dois volumes que cativaram a sua atenção. Lentamente o garoto se aproximou e tomou para si ambos livros que haviam lhe atraído: se tratava de dois volumes de uma coleção especifica sobre as técnicas corporais, o Taijutsu, o primeiro especificava mais detalhadamente as habilidades em si, se aprofundando mais naquele conhecimento. O segundo se embasava sobre os estilos de luta.  

         Kishin na verdade nunca foi muito bom em combates corpo-a-corpo, seu irmão sempre o derrotara em confrontos diretos. Ele preferia vencer usando o chakra; a inteligência, sagacidade e engenhosidade. Por isso ele sabia que deveria se empenhar para ler e conhecer sobre aqueles aspectos: já que provavelmente enfrentaria ótimos lutadores corporais durante o exame chuunin, deveria pelo menos conhecer os seus oponentes e saber um pouco do que eles seriam capazes de fazer; seus limites e formas de luta. O primeiro livro especificava de forma mais abrangente, detalhava e ilustrava com imagens técnicas de até Rank B, tanto ofensivas quanto defensivas, movimentos, acrobacias, e claro, exercícios para melhorar fisicamente. Também explicava a função do chakra em técnicas daquele gênero, que serviam para aumentar a potencia e eficácia; e, é claro, detalhava também a anatomia humana, pontos vitais e pontos fracos; como atingi-los e como defendê-los. Especificava a forma de causar danos brutos tanto externamente quanto internamente no corpo de um alvo, além de também conter várias descrições e explicações de utilizações de armas no geral; como funcionava a mira,e, é claro, como cada arma se comportava em campo de batalha.

         Após a primeira leitura, Kishin seguiu fazendo aquilo que já havia se habituado: ler, meditar, agradecer. Após ter digerido todo o conhecimento, mentalizando aplicações reais para cada um, ele seguiu para a segunda e última leitura: que se tratava sobre os estilos de luta em geral. Embora houvesse uma lista com alguns estilos de luta hiden da vila: como o punho gentil e o estilo de luta dos inuzuka, a lista era extremamente rasa: especificava alguns detalhes bastante superficiais que o autor havia visto durante a época de guerra. Ou seja, o livro não tratava de explicar profundamente aqueles estilos de luta, mas os citava e explicava os aspectos visuais, dizendo por exemplo que o punho gentil se tratava de um estilo de combate que causava danos internos; enquanto os Inuzukas usavam cães como parceiros de combate; também listava os Akimichi que eram capazes de aumentar o peso e tamanho. Especificações rasas demais para que pudesse ser tirada uma conclusão sobre as habilidades em si; mas permitia que alguém reconhecesse os membros do clã ao assistir pessoas com essas características lutando; mas não os ajudaria a l compreender com esses estilos. Ele detalhava também o que era um estilo de luta, como funcionava criar um; especificava características, listava alguns exemplos como o Punho Forte, e outros genéricos: artes marciais, tanto com mãos vazias quanto com a utilização de armas. Mas não dizia nada sobre os segredos dessa artes e nem se aprofundava nelas. O livro também destacava a possibilidade de usar ninjutsus para criar seu próprio estilo de combate. O conhecimento era importante para entender o que é um estilo de luta, suas peculiaridades, como funciona e, mais que isso, poder montar o seu próprio estilo.

         Após mais uma vez digerindo o que fora aprendido; ele meditou e rezou agradecendo pela oportunidade. Logo se retirou do âmbito e retornou para casa, onde daria continuidade ao seu treinamento. Deveria se esforçar ao máximo para lapidar-se como um ninja.



HP: 21/21 || CH: 31/31 || ST: 5/5




Realizações:

Nome: Taijutsu Volume 1
Requerimentos:
Genin
Bonificação:
Conhecimento Básico em Taijutsu
Descrição: Livro sobre o funcionamento básico de Taijutsus (Estilos de lutas básico, posição de ataque e defesa, acrobacias mais detalhadas) e algumas ilustrações para auxiliar

Nome: Taijutsu Volume 2
Requerimentos:
Genin, Conhecimento Básico em Taijutsu
Bonificação:
Conhecimento Sobre Estilos de lutas
Descrição:
Um conhecimento mais avançado em Taijutsu que permite desenvolver um estilo próprio

Número de Palavras:
79O de 6OO

Idas à biblioteca:
2 de 2

Khada
Administrador
Administrador
Ver perfil do usuário

Re: [Local] Biblioteca

Ontem à(s) 15:06
@Haled +40 de xp e conhecimentos adquiridos
@Kishin +20 de xp e conhecimentos adquiridos

------

Atena
Genin
Genin
Ficha Ficha : Uchiha Erza
Ver perfil do usuário

Re: [Local] Biblioteca

Ontem à(s) 18:41


Scarlet Titan — Uchiha Erza

Introduzindo a Vida Ninja

Dentre os livros e pergaminhos, haviam alguns papiros com o único propósito de ensinar ninjutsu. Parecia algo quase inconcebível aprender sobre ninjutsu ali, lendo. Porém, como nosso tolo não tinha nada a perder, resolveu tentar. Desenrolados, a jovem Uchiha logo viu que, de fato, não se tratava de algo simples. A começar pela linguagem, de muito rebuscada. Seu nível de inteligência já alcançava um patamar propício para lê-lo, muito embora não fosse tão fácil recordar de palavras de um vernáculo impecável. Matutou por um bom tempo, até encontrar um bom ritmo de leitura. Primeiro, aprendeu mais sobre as diferentes formas de modelar o chakra. O chakra, primariamente, é uma fonte de energia na qual o shinobi poderia confiar para utilizar seus ninjutsus. Modelá-lo não era, enfim, um trabalho muito árduo, pois, no fim das contas, ele poderia ser muito fluido com base na habilidade do ninja.

Pensar sobre a modelagem de cakra levou a jovem a um outro universo simulado, onde imaginou por quinze minutos um lugar onde a energia fosse abundante. Dessa energia, ele poderia dar a forma que bem entendesse, simulando-a ao limite de sua imaginação. Foi assim que conseguiu entender mais sobre a modelagem, dando asas a sua imaginação. Os resultados, obviamente, não poderiam ser colocados à prova naquele momento, dado que estava dentro de uma biblioteca e o mínimo incomodo poderia ser cerne de uma reclamação vinda da administração. Continuou praticante exclusivo do âmbito teórico, estudando tudo sobre ninjutsu exaustivamente e pensando em maneiras de sempre torná-lo o mais efetivo possível. Afinco, passou agora para uma etapa ainda mais complicada: a de aprofundar-se no uso do chakra. Entender uso, neste caso, poderia ser visto como algo diferente de compreender o controle. O controle poderia ser entendido como uma economia das reservas, enquanto o uso seria a potência que consegue dar ao chakra usado.

Nesse aspecto, a jovem Uchiha poderia ser considerado uma completa idiota. Ainda que dominasse um jutsu ou outro, não poderia ser visto, nem de longe, como alguém dotado de grandes habilidades com ninjutsu. Ler, nesse sentido, talvez pudesse ajudá-la em muito a estar melhorando todos os aspectos da arte ninja. A energia, uma vez canalizada pelo corpo, deveria ser transmutada na forma escolhida pelo usuário e, então, convertida na forma de uma técnica avassaladora. Era nisto que consistia o estudo do uso do chakra. Diante disso, o ninja conseguiu sentir uma clara diferença acerca de seus poderes. Não se tratava de um espírito invasor tornando-o alguém perfeito em ninjutsu. Muito pelo contrário, sua própria consciência ajudou-o a compreender mais sobre o fenômeno e, à sua maneira, acentuar sua força em um nível elevado.

Tendo a certeza de que quando saísse daquela sala tudo seria diferente, continuou a aprofundar-se ainda mais. O âmbito de sua pesquisa, desta vez, voltava-se à variação da forma e às naturezas do chakra. A variação é justamente o que sugere o seu nome, distintas fontes existentes entre cada um dos seres vivos. Nesse sentido, pode aprender mais da coloração natural e das variantes existentes de humano para humano. O seu chakra, como se lembrou, era quase sempre de coloração azul, um chakra um tanto quanto natural, porém, leu que devem existir inúmeras outras formas e cores, embora nenhuma fosse descrita. A seguir: as natureza. Compreendeu, pesquisando-as, um pouco das naturezas existentes. Neste momento, lembrou-se que não utilizava muito ninjutsu, e diferente de muitos, não possuía uma afinidade elemental. Todos os ninjas também dotavam de uma afinidade. Pensando nessa ausência de poder, Erza já estava cansada, por isso, deixava como alvo, retornar outro dia, para assim, aprofundar seus conhecimentos em naturezas elementais.

Considerações:
- Aparência como a de Erza (Fairy Tail).
- 602 palavras, para adquirir Conhecimentos de Ninjutsu Volume 1 e Volume 2.
- 5% a mais de XP pela Qualidade: Brilhantismo.

HP: ( 10 • 10 ) | CH: ( 15 • 15 ) | ST: ( 05 • 05 )

------


—— You can abandon your body but never your honor...
Atena
Genin
Genin
Ficha Ficha : Uchiha Erza
Ver perfil do usuário

Re: [Local] Biblioteca

Ontem à(s) 18:50


Scarlet Titan — Uchiha Erza

Tinha tirado então aquela semana, para desenvolver um aprendizado melhor a respeito de tudo que se tratava de um shinobi. Como no outro dia tinha tirado o tempo para aprimorar seus conhecimentos em Ninjutsu, agora era hora de ver as outras ramificações que o mesmo a permitia. Queria saber mais sobre selos de mão e naturezas elementais, a fim de futuramente desenvolver a sua própria, despertar a natureza e usá-la juntamente de seu combate mano a mano.

Processar toda aquela informação não seria muito simples. Tempo, por outro lado, não a incomodava. Sentada numa cadeira de madeira, pondo o peso de seu corpo sobre uma grande mesa quadrada, parou por alguns instantes, respirando profundamente e refletindo todos os conhecimentos obtidos até então. Não demorou, afinal todo o tempo desperdiçado na biblioteca pesaria por dois no futuro. Soltou a corda prendendo os pergaminhos que, dessa vez, tratavam sobre sinais de mão. Os desenrolou com muito cuidado, tendo em vista a sua natureza cuidadosa, preocupada com o bem alheio. Após aprender sobre ninjutsu, aqueles papeis pareciam ser o perfeito complemento. Antes de tudo, poderia considerar-se alguém de sorte.

Rodeado de figuras, a garota Uchiha permaneceu por horas observando uma a uma, tentando entender aquela posições de mãos mais da maneira mais funda possível. Não é como se não soubesse fazer os selos, pois isso ele sabia muito bem. Tratava-se de compreender e tornar mais efetiva a movimentação de seus braços. Um cozinheiro experiente, tentou encontrar alguma analogia entre os selos de mãos e o uso da faca. Lembrou-se, então, de processos mais complexos onde um único corte poderia fazer toda a diferença. Nos selos de mãos, a precisão e o tempo levado na execução deles também era essencial. Por debaixo da mesa, começou a praticar da sua própria maneira.

Performou, durante alguns segundos, todas as posições existentes. De uma para a outra, sucessivamente, tentando sempre dar o seu máximo e melhorar a qualquer custo. Suava, despertando o interesse alheio ao redor por estar escondendo os braços por debaixo da mesa e ninguém entender o porquê do suor. Não adiantava, por mais que tentasse, não conseguia, de forma alguma, impor uma velocidade maior. Voltou às figuras, procurava encontrar qualquer coisa que pudesse guiá-lo. Com azar, encontrou nada além daquilo que já havia lido dezenas de vezes anteriormente. A dificuldade, definitivamente, não estava no entendimento da teoria, mas sim em aplicá-la no caso prático.

Todavia, ainda que parecesse um caso impossível, não procuraria escusas no intuito de desistir. Continuaria persistindo em seu objetivo de melhorar. Respirou um pouco, procurando concentrar-se e logo depois começou a mascar um chiclete. Mordê-lo, de certo modo, trazia tranquilidade ao seu espírito, desta vez focado inteiramente no processo. Repassou, primeiramente, todos os selos conhecidos e aprendidos até então. O fez lentamente, sem qualquer pressa. Apenas lembrou-se de todas as posições existentes. A dificuldade, ao que tudo indicava, não consistia ali, porém na transição entre uma forma e outra. Todos os seus esforços encontravam-se duramente concentrados em realizar as pausas no menor intervalo de tempo possível. Mentalmente, simulou supostos jutsus, criando, imaginariamente, sequências. Tigre, macaco e rato. Dragão, pássaro, cobra e tigre. Assim seguiu, durante vários minutos, até chegar em um ponto onde suas habilidades estavam progressivamente melhorando.

As coisas pareciam bem demais para serem verdade. De repente, criou-se uma clara dificuldade em atingir um ponto ainda maior do que o praticado. Em algumas transições, seus dedos pareciam não mover-se rápido o suficiente. Não entendia bem o porquê, talvez fosse alguma questão anatômica. Adaptar-se à falha da natureza era o seu fardo. No fim, as coisas na sua vida realmente não seriam conquistadas tão facilmente. Permitiu-se, por um mísero segundo, respirar. Em seguida, retornou à prática de maneira incessante. Parecia estar em transe enquanto executando os selos de mãos, seus olhos se fecharam, as mãos correram e, por alguns minutos, suando como um suíno, conseguiu tecê-los a uma velocidade claramente superior a qualquer antes tentada.

Depois daquilo, sentiu a dor da vitória correr os ossos de seus dedos e articulações. Jamais houvera sentido uma dor tão satisfatória quanto aquela. A introdução que dava em relação aos ninjutsus elementais, as naturezas e afim, era pra uso breve, pois pretendia aprimorar mais o ninjutsu do que o taijutsu. Então, lendo bastante, aprendia sobre o Katon, natureza inata de seu clã, e era a afinidade da jovem Erza. O elemento trazia a ela más lembranças, pois foi assim que seu mestre foi morto. Porém, era a situação perfeita, para que ela aprimorasse ainda mais seu conhecimentos na técnica, e conseguisse dominar o fogo assim como seu mestre, sendo que a intenção real, era superar o mesmo. — Bem, Katon é forte contra vento porque o ar alimenta as chamas, mas é fraco contra água porque ela naturalmente o esfria e o apaga, seguindo a ordem natural de se conter um incêndio por exemplo. Também pode ser usado em conjunto com relâmpago para aumentá-lo, usando o fogo para alterar condições climáticas com uma técnica de alto rank, isso acarreta em muito domínio no elemento. Além disso, pode ser usado com vento para aumentar a força de uma técnica de fogo e até mesmo prevalecer sobre uma técnica de água, o que é vantajoso arrumar um par que tenha o elemento vento... Interessante... — Assim, continuava a leitura intensamente, para aprender o máximo possível sobre elementos, principalmente sua afinidade elemental. Terminando, retirava dali, e ia para o Centro da Vila.

Considerações:
- Aparência como a de Erza (Fairy Tail).
- 903 palavras, para adquirir Conhecimentos em Selos de Mão e Ninjutsu Elemental: Katon.
- 5% a mais de XP pela Qualidade: Brilhantismo.

HP: ( 10 • 10 ) | CH: ( 15 • 15 ) | ST: ( 05 • 05 )

------


—— You can abandon your body but never your honor...
Conteúdo patrocinado

Re: [Local] Biblioteca

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum

Parceiros

Informações