Trama do RPG - Resumo
Prólogo
Houve um tempo de guerra que assolou o País do Fogo por inteiro, dizimando famílias, campos e gerações a fio fosse a mando da honra ou do dinheiro. Esta era ficou conhecida como a Era dos Estados Combatentes. Cansados do derramamento de sangue intenso recorrente dentro das dependências do lar, as gerações passaram a adotar medidas de paz e cessar fogo, gerando um tempo de paz depois de anos em guerra.

Para dar um fim a tudo isso, o Tratado de Wakai foi assinado pelas quatorze cabeças dos clãs combatentes - e restantes - na presença do Daimyo Shimitsu, um termo de posse em uma região específica no interior do País, demarcado em quatorze territórios. Devido a convivência frequente das famílias em função da proximidade, a convergência dos territórios era iminente. Um segundo encontro diplomático entre os líderes resulto no que veio a ser chamado pouco tempo depois de União do Fogo, governada simultaneamente por estes, em uma junta democrática nomeada Conselho do Fogo.

Junto desta união nasceu um sistema de organização militar, hierarquizando aqueles que chegassem em determinados níveis de poder em um modelo de poder guiado e determinado pelo Conselho. Enquanto alguns já ganhavam altos postos, a preocupação com a educação das crianças das famílias surgia igualmente e, com isso, nasce a Academia Ninja e os futuros talentos que protegerão a União no futuro.

Compartilhe
Ir em baixo
hx!
Genin
Genin
Ver perfil do usuário

[Treinamento] Derek

em 09.01.19 13:17





As naturezas de chakra eram o conflito elemental mais importante para a vida de um shinobi. Por trás dela está uma filosofia não só de vida, mas também de equilíbrio; o fato de uma ser o ponto negativo da outra dentro de seu próprio aspecto mais grandioso, demonstra como a vida funciona, numa armazenagem de ciclos que se autodestroem para se fortificarem em outro, até que tudo retorna ao começo. Aliás, a vida cíclica é um dos pontos que pretendo estar estudando mais pra frente, sua área de pesquisa é imensa. Havia alguns dias que meu orientador, Mestre Kowen -por sinal, era também meu pai-. tinha marcado aquela monitoria; sua finalidade? Demonstrar qual dos detalhes de meu eu desconhecido eu deveria estar aperfeiçoando.


Kowen era meu orientador, como eu gostava de chamar, já que ele tinha um papel que ia muito além do simples ato de "mestrar" sobre pupilos. Ocupante de um posto de liderança dentro da inteligência da vila, tinha papel fundamental dentro não só da sua organização, mas dentro de sua política e seus conflitos. No entanto, era o sujeito mais preguiçoso que eu já havia visto, sua rotina era fumar um enrolado de ervas que lhe deixava ainda mais pacífico e jogar qualquer coisa que não fosse tão tediosa quanto seu jogo de xadrez feito de regras pessoais que trocavam sempre que a gente jogava -as vezes achava que ele era mais malandro do que inteligente, e então me surpreendia.- Ele me criava sozinho após o desaparecimento de minha mãe nas florestas do clã, e talvez por isso sempre fez questão de me passar todo o conhecimento possível da forma mais paciente permitida, já que de arrogância sempre fui um poço. Nesse contexto, nossa relação sempre foi extremamente agradável e nula de conflitos, somos sonolentos demais para pensar em erguer a voz... Talvez por isso ele fosse tão importante ali naquele momento, naquela orientação em específico. Mas óbvio, eu nunca deixaria transparecer.

-Derek, como já lhe expliquei... Hoje descobriremos com qual elemento seu chakra detêm maior compatibilidade. Aquilo tudo me entediava de uma maneira tão grande que não conseguia cessar os rabiscos numéricos sobre o papel. -Preste atenção! Sua voz soou tão rude quanto o tabefe que acertou em minha cabeça. Massageei de forma frenética enquanto uma expressão de inconformidade o encarava a partir de meu rosto. -Lhe darei um papel, e irá funcionar de forma simples. Ele é feito de um tipo especial de árvore e irá reagir de quatro diferentes formas quando concentrar chakr... Seu erro foi ter me entregado aquele material vegetal morto antes do momento certo. Já havia entendido tudo que tinha que ser feito apenas sendo guiado por leves suposições e pela maneira com que ele conduzia a conversa. A folha em minha mão? De forma imediata se partiu e esse foi o apogeu de seu silêncio. -Fuuton, certo? Disse enquanto me levantava de forma preguiçosa da cadeira. Ele apenas sorriu. -Vou descansar um pouco, até mais tarde Mestre. Seu sorriso era de orgulho e satisfação. Começou a enrolar seu baseado da forma mais detalhista do mundo, aquilo parecia uma meditação para ele.


CH: 10 & HP: 10 & ST: 5

o.b.s.: Aprender fuuton;



Fuuton
Descrição: É uma das cinco transformações básicas natureza elementar. É realizada, fazendo chakra tão acentuada e mais fino possível. Fuuton é principalmente a curto-médio-longo variando técnicas ofensivas que combinam a força bruta e precisão ansiosos para lidar corte e dano cortante. Uma raridade entre as cinco naturezas de chakra, técnicas de vento são normalmente realizados por gerar a circulação de ar e pode ser reforçada através deste método também. Também pode ser canalizada para lâminas para aumentar seu poder de corte e global range. A afinidade vento é aparentemente mais comum entre os shinobi de Sunagakure.
Odin
O Criador
O Criador
Ver perfil do usuário

Re: [Treinamento] Derek

em 09.01.19 16:40
@
10 pontos de experiência adquirida.
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum

Parceiros

Informações