Trama do RPG - Resumo
Prólogo
Houve um tempo de guerra que assolou o País do Fogo por inteiro, dizimando famílias, campos e gerações a fio fosse a mando da honra ou do dinheiro. Esta era ficou conhecida como a Era dos Estados Combatentes. Cansados do derramamento de sangue intenso recorrente dentro das dependências do lar, as gerações passaram a adotar medidas de paz e cessar fogo, gerando um tempo de paz depois de anos em guerra.

Para dar um fim a tudo isso, o Tratado de Wakai foi assinado pelas quatorze cabeças dos clãs combatentes - e restantes - na presença do Daimyo Shimitsu, um termo de posse em uma região específica no interior do País, demarcado em quatorze territórios. Devido a convivência frequente das famílias em função da proximidade, a convergência dos territórios era iminente. Um segundo encontro diplomático entre os líderes resulto no que veio a ser chamado pouco tempo depois de União do Fogo, governada simultaneamente por estes, em uma junta democrática nomeada Conselho do Fogo.

Junto desta união nasceu um sistema de organização militar, hierarquizando aqueles que chegassem em determinados níveis de poder em um modelo de poder guiado e determinado pelo Conselho. Enquanto alguns já ganhavam altos postos, a preocupação com a educação das crianças das famílias surgia igualmente e, com isso, nasce a Academia Ninja e os futuros talentos que protegerão a União no futuro.
Instagram do Rikudou!

Ir em baixo
Kido
Genin
Genin
Vila Vila : Konoha
Ver perfil do usuário

[Mission One Post] Kido Empty [Mission One Post] Kido

em 10.01.19 19:00
Rank D

D escreveu:01. Colher diversas ervas para o hospital;
02. Ajudar na orientação de novos estudantes da academia;
03. Cuidar/vigiar uma casa;
04. Auxiliar na destruição de uma casa;
05. Destruir o ninho de rato que está empestando as redondezas;
06. Lavar pratos em um restaurante ou jantar;
07. Ajudar a restaurar um monumento;
08. Ajudar uma senhora a podar o jardim;
09. Ajudar em uma fazenda;
10. Ajudar um estudante da academia em um treino tático;
11. Ajudar a construir um edifício;
12. Ajudar um escritor a se inspirar atuando para ele;
13. Registrar, através da escrita, uma reunião de família;
14. Arrumar um campo onde ninjas lutaram anteriormente;
15. Vencer uma corrida na academia;
16. Investigar uma casa mal assombrada;
17. Entreter crianças em uma festa infantil;
18. Recuperar um relógio valioso perdido na aldeia;
19.Ajudar a decorar uma casa para uma festa;
20.Distribuir panfletos; 

Rank C

C escreveu:01. Proteja o cliente contra sequestradores;
02. Servir como testemunha durante uma transação importante está sendo processada;
03. Investigar o recente desaparecimento em uma cidade pequena;
04. Impeça o roubo de uma loja;
05. Tome ações diplomáticas para acabar com um conflito entre dois grupos de crianças;
06. Reúna informações para o cliente sobre sua esposa, a quem ele suspeita estar traindo ele;
07. Ajude um ninja ferido a chegar até o hospital, ele está na guarita nos arredores;
08. Encontre o ingrediente para uma receita. Há boatos que ele nasce em uma das vilas portuárias.
09. Esgueirar-se em uma casa e investigar os seus novos residentes.
10. Terminar uma guerra de gangues, pela força se você precisar


Última edição por Kido em 22.01.19 23:14, editado 3 vez(es)

------

[Mission One Post] Kido Fqrz6mR
Kido
Genin
Genin
Vila Vila : Konoha
Ver perfil do usuário

[Mission One Post] Kido Empty Re: [Mission One Post] Kido

em 10.01.19 19:19
Colher Diversas Ervas Para o Hospital

O fluxo rotineiros da vila seguia e com isso, diversos afazeres eram acumulados para se fazerem. Os ninjas mais experientes sempre ficavam encarregados de missões mais difíceis, sobrando as mais simples e idiotas missões para os gennins e estudantes realizarem. Sim, viviamos em uma época, em que cada um tia sua função, independente da idade que tivesse e se já havia concluído alguma coisa. Talvez no futuro, as coisas mudassem e as crianças tivesse um pouco mais de inocência preservada. Mas não hoje, nem agora e nem amanhã. Era tempos de guerra e com isso, o caos sempre batia em nossas portas, vez ou outra. Porém, a vida continuava e os afazeres comuns também. E hoje me fora dado uma tarefa simples e até nada desagradável. Colher ervas. Não que eu entendesse delas, mas meu clã era também conhecido por ser exímios rastreadores e isso nós fazia peritos em buscas, sejam elas, quais forem.

Eu teria comigo um desenho da erva que eu precisava colher. Me entregaram também um cesto de tamanho na qual eu pudesse carregar. Mas estamos falando de ervas, folha, mato, esse nicho da natureza que são finos e leves. Um cesto desse, mesmo pequeno ou médio, comporta uma infinidade de ervas. Isso geraria um bom tempo de trabalho. Todavia, seria por uma bela e boa causa. O hospital sempre precisava de recursos medicinais para curar doenças e feridos. E eu estaria fazendo parte disso. Era recompensador pensar que mesmo em um ato simples e de frustração para qualquer um, fosse na verdade, o ato mais importante para aquele que agoniza no leito do hospital.

Fui caminhando e andando pelas florestas da zona do vilarejo. Ia caminhando por entre diversas árvores. Quando encontrava pequenas plantinhas, conforme a explicação de onde encontrar as ervas, citava, eu me agachava para apanha-las e confirmar se havia encontrado um. Em exatos, 26 minutos de busca, eu finalmente encontrei uma e pude finalmente saber sua forma, tamanho, cheiro e o mais importante, como se escondiam na mata. Agora que eu entendia tudo isso, a busca seria mais fácil. Concentrei meu chakra e comecei a envolver ele em meus insetos que se escondiam por dentro de meu casaco. Eles estavam quietos e finalmente começaram a se manifestar e saírem por minhas mangas e pelo buraco do pescoço. Eles subiam voo e começavam a voar ao meu redor, pois sabiam que eu lhes daria uma ordem e logo ficavam a postos. Ergui meu braço mostrando a erva a pouco colhida e através do meu chakra emitido, dei a tarefa a eles de sentir o arome e a forma da erva e em seguida enviei eles mata a dentro no alcance que eu podia controla-los e os deixei procurando por ervas, enquanto também ia caminhando rumo a trilha que eu seguia. Em poucos minutos, minha busca se expandiu bastante e em momentos e outros, os kikaichuus retornavam com as ervas que eles próprios colhiam ao morderem o pequeno caule e trazerem para mim. Eu ia deixando tudo no cesto e assim realizando a missão com louvor.

O que um mutirão demoraria para fazer, eu fiz mais rápida sozinha com meus pequenos amiguinhos. A tarefa estava terminada e me dirigi ao hospital para entregar as ervas e receber meu carimbo de missão feita e comprovar no posto de missões.

------

[Mission One Post] Kido Fqrz6mR

[Mission One Post] Kido Empty Re: [Mission One Post] Kido

em 10.01.19 22:36
@
15 de experiência adquirida & 5 mil ryous.
Kido
Genin
Genin
Vila Vila : Konoha
Ver perfil do usuário

[Mission One Post] Kido Empty Re: [Mission One Post] Kido

em 10.01.19 23:56
Lavar Pratos em um Restaurante ou Jantar

Era mais uma noite normal como qualquer outra em minha vida. Os pássaros se aconchegavam em seus ninhos, o barulho intenso dentro da vila, diminuía conforme as pessoas iam seguindo para suas respectivas casas e demais moradias. Todavia, os ninjas sempre ocupados, se mantinham pelas ruas e outros em torres de vigias. Alguns rodeando a aldeia para manter a segurança. Estar sempre alerta e atentos, era o que tornava a União do Fogo, um lugar pacifico para se viver.

Naquele dia eu não teria nada de especial para fazer. Talvez revisar alguma matéria da academia ninja ou praticar mais meu domínio com os meus insetos. Entretanto, o destino daquela noite me trazia uma outra coisa. Sem mais e nem menos, um passarinho mensageiro chegava até o encalço de minha janela. Eu estaria anotando algumas coisas em meu bloquinho sobre música, criando símbolos para criar uma linguagem musical, na qual eu daria o nome de Notas Musicais. Porém, em meio a meu transe particular, ouvi os toques do bico do animal cutucando a janela. Não senti ameaça alguma, por isso eu não reagi com uma kunai na mão. Olhei e vi o bichinho. Me aproximei do mesmo e vi o pequeno bilhete que havia algo escrito. Alisei sua cabeça duas vezes e tomei pergaminho e comecei a ler.

Cara futura kunoichi do Fogo. Lhe convocamos para participar de um importante jantar que haverá entre alguns lideres de clãs. Devido a sua confiabilidade demonstrada na academia, lhe pedimos que trabalhe conosco essa noite. O endereço está a seguir neste horário registrado no conteúdo desta mensagem.

A principio eu fiquei feliz e senti meu valor se enaltecer por aquela breve mensagem. Não era todo dia que se recebia algo que parecia ter um certo peso na competência  individual. Aquilo me deixou um tanto ansioso. Me ajeite, dessa vez com roupas um pouco mais formais e tradicionais. Cabelo arrumado e bem diferente do que eu costumo usar. Meus pais ficaram de queixo caído ao me ver daquela forma. Passei reto avisando que tinha uma pequena missão a fazer. Segui até o endereço e ao chegar, fui bem recebida. Todos me cumprimentaram e um outro servente, me levou até meu lugar de trabalho. Ao me deparar com o que eu tinha que fazer, um expressão de merda veio ao meu rosto. Olhei com aquela cara de tédio e incrédula para o sujeito ao meu lado.

É serio isso? Toda essa formalidade para lavar pratos? Só devem estar de brincadeira comigo. Tcs...

Sem mais o que fazer, eu não tinha opções, a não ser aceitar minha realidade. Arregacei as mangas e puxei o primeiro prato que estava na pilha. Era apenas sete e seria breve, eu poderia fazer isso tranquilamente. Com esponja e a um líquido especial para limpeza, comecei a eliminar um prato e outro. Faltando dois pratos para serem esfregados, suspirei de alivio com o serviço acabando. Mas para minha surpresa, dois garços vinha com duas pinhas de pelos menos, vinte pratos em cada um. Arregalei os olhos. Não podia ser verdade. Fiquei meio putaça, mas não faria aquilo sozinha. Concentrei meu chakra e imediatamente fiz meus insetos surgirem diante os presentes no lavatório. Era hora de mostra como um ninja lavava pratos.

Uma quantia exata de insetos segurava os pratos, vários deles de uma vez só, enquanto uma outra parte pegavam as esponjas disponíveis e começavam a limpeza. Eles eram ágeis e o outro ajudante ficava perplexo com o trabalho que se tornou quase zero para ele. Os pratos iam ficando limpos e não demorou para estar tudo pronto.

A noite de jantar foi acabando e logo não precisavam mais dos meus serviços. Fui dispensada e me dirigi irritada para casa.


Considerações:
- Esqueci de citar a virtude de 10% de xp a mais na missão anterior. As duas juntas, dão 33 exp. Eu aguardo a avaliação para solicitar atualização.

Spoiler:
Brilhantismo
Valor: 1
Bonificação: Aumenta em 10% a experiência obtida por todos os meios.

------

[Mission One Post] Kido Fqrz6mR
Illyasviel
Administrador
Administrador
Vila Vila : konohatron
Ver perfil do usuário

[Mission One Post] Kido Empty Re: [Mission One Post] Kido

em 11.01.19 10:27
[Mission One Post] Kido ThriftyEducatedGaur-size_restricted
AVALIAÇÃO



  • 1. Coerência:Ok
  • 2. Estrutura e fluidez:Ok
  • 3. Adequação à proposta:Ok
  • 4. Organização e ortografia:Ok


+15 de Experiência
+5k de ryous
+3 Experiência (Somei o bônus da anterior com essa missão assim como foi avisado pelo usuário)



------

[Mission One Post] Kido 002
Kido
Genin
Genin
Vila Vila : Konoha
Ver perfil do usuário

[Mission One Post] Kido Empty Re: [Mission One Post] Kido

em 17.01.19 18:18
Cuidar/Vigiar Uma Casa

Era mais um dia normal em minha vida. Nada demais acontecendo, obviamente e há... Trabalhos e tarefas domésticas sem graça a serem feitas. Sinceramente eu embora nova, estava cansada daquilo. Como poderia ser tão chato? Não importa, tinha que ser feito. Aquele maldito pássaro chegou com mais um pequeno pergaminho com informações e endereços. Ele pousou em meu ombro, sem pedir licença ou piar. Olhei de canto de olho e peguei com a mão esquerda o pequeno papelzinho e desembrulhei. A ave se impulsionou e subiu voo. Uma pena até soltou de trás, caindo lentamente até o solo. Segui com os olhos o leve planar da peninha, até que colidisse no chão. O curto momento se foi e eu me atentei a tarefa recebida. Corri meus olhos nele e descobri que teria que ir até uma casa.

Muito bem...

Peguei meus apetrechos ninjas e me despedi de minha mãe que naquele dia estava dando uma geral na casa. Mãe, terei uma pequena missão agora, lhe ajudo quando voltar, certo? Não esperei a resposta, uma vez que ela apenas sorria gentilmente, fechando seus olhos, dando um sinal não verbal de que estaria tudo bem.

Segui até a casa, passando pelas ruas e vielas da aldeia. Fui chegando no casebre que teria que cuidar. Aparentemente meio luxuoso. Não entendia direito o motivo daquilo, mas segundo o texto do pergaminho, o dono era um comerciante com poses e teria que ir em uma reunião de negócios e não teria ninguém em casa naquele dia. Havia um recado na missão, dizendo que haveria uma chave das portas dos fundos. Fui até o local e avistei alguns vasos com plantas e um tapete velho e sujo. Procurei nas plantas e depois no tapete. Lá estaria a chave. A peguei e abri a casa, adentrando e explorando o local, garantindo que não havia ninguém no recinto. Mantive minha presença oculta e em silêncio fui visitando cada comodo. Cheguei a conclusão que eu estaria sozinha mesmo e isso era bom. Menos dor de cabeça para resolver.

Agora era apenas esperar o tempo passar e assim que o comerciante votasse, eu estaria livre daquilo. E fui fazendo exatamente isso. Me mantive quieta e meio escondida, com ouvidos atentos e deixando meus insetos fazendo ronda por todos os locais da casa. Dessa forma eu teria toda a casa sobre minha supervisão. Os insetos eram obedientes e se notassem algo suspeito, eu estaria aptar a reagir adequadamente.

Algumas horas depois um barulho surgiu na cozinha. Eu estava no quarto da filha mais nova nesse instante. Uma dupla de kikaichuu fora me reportar e uma vez notificada, fui até a cozinha com uma kunai na mão, afim de não me demorar a reagir em defesa de minha integridade física. O barulho vinha do armário, quando eu abri, um rato feio pulou de lá. Movi o braço direito com a kunai e parti sua cauda, o deixando desestabilizado e confuso, pois seu rabinho que lhe auxiliava em diversas coisas.

Felizmente não era nada perigoso e eu joguei o rato fora. O dia ia se escurecendo e logo mais o comerciante voltava. O recebi na porta da frente e passei um breve relatório oral a ele, que agradeceu. Sem delongas, retornei para ajudar mamãe.


Virtude:
Brilhantismo
Valor: 1
Bonificação: Aumenta em 10% a experiência obtida por todos os meios.

------

[Mission One Post] Kido Fqrz6mR
Kido
Genin
Genin
Vila Vila : Konoha
Ver perfil do usuário

[Mission One Post] Kido Empty Re: [Mission One Post] Kido

em 19.01.19 15:56
Plantas Perigosas

Um novo dia e um novo caso a se resolver. Kido em mais um dia em que teria uma rotina normal, acabou tendo um grande engano. Acordará nos horários padrões para si. Aquela noite sonhará que algo de ruim teria acontecido em sua vila em que estava vivendo. E estranhamente realmente aconteceu isso, e a garota aburame estaria para descobrir isso, mas antes de mais nada, a estudante acordou, se levantou com uma boa espreguiçada. A jovem se vestiu e saiu para o banheiro a fazer seus afazeres e depois para a cozinha. Uma vez lá, encheu seu prato de presunto e queijo, e claro, um pão com manteiga. Se fartou com aquilo e tomou um café bem forte e reforçado. Estaria feliz agora e de barriga cheia para mais um dia cansativo de aspirante a shinobi de Konoha.

Kido foi se dirigindo até a academia e chegando lá, um sensei a abordou imediatamente. Sua expressão era crua e séria. Parecia ter algo a dizer de teor importante e possuía um pergaminho em mãos. A pequena não entendia a priori, mas não tardou em o chuunin sensei lhe falar.

Aburame Kido, a escola reconhece suas capacidades e hoje lhe requisitamos para uma tarefa simples, como pré-avaliação para o exame gennin. Esperamos que possa resolver isso e no final de tudo, será paga. Sua missão é essa. Boa sorte.

O sujeito entregava o pergaminho nas mãos da menina e sumindo na fumacinha branca que surgia, o chuunin ia fazer seus demais afazeres. Já a garota ficava com o pergaminhos em mãos e sem esboçar muita expressão, a jovem ficou analisando o novo serviço a ser feito. Parecia ser comum como sempre, contudo, diferente e um tanto estranho.

Uma flor que está matando toda a vegetação está crescendo cada vez mais no jardim de Konoha, seu trabalho é dar um jeito nela, SEM encostar, SEM chegar perto. Uso de jutsu elemental só faz a flor crescer ainda mais.

Como ela poderia resolver aquilo sem tocar, sem chegar e até mesmo usar seu suiton, afinal era uma ninja elementar também... Complicado, mas ele não costumava desistir de nada e daria um jeito nisso. Pegou o trabalho e se mandou até o jardim para ver o que poderia ser feito. Foi caminhando pela aldeia e em alguns instantes, a acadêmica nanica estava por lá. De longe ela podia ver que o jardim parecia meio devastado, devido a tudo que estava acontecendo. O que seria afinal? Kido não entendia de biologia, tão pouco de herbalismo.

Foi então que foi tentando chegar perto, mas não muito próximo. A garota precisava ter uma visão melhor do que estaria fazendo e aos poucos notava que não poderia fazer nada sem seu suiton. Mas haveria um grande problema naquilo, fazendo elas crescerem ainda mais. Contudo, a esperta menina teve uma grande ideia. Mas primeiro teria que esperar que todos saíssem do local. Foi então que ele usou de sua voz fina de criança e emitiu um anúncio no recinto.

Saudações!! Sou enviada da da academia de Konoha e tenho um trabalho aqui no jardim. Peço a todos que se retirem dessa rua o mais breve possível, pois o local é perigoso e não tenho controle do que pode acontecer a partir do momento que eu for dar cabo das plantas que estão causando problemas aqui.

Todos deram atenção ao que julgavam ser uma ninja tão nova, aparentando ser alguma prodígio. Leve engano. E sendo um pouco conhecido na cidade, ao menos entre o pessoal de seu clã, ninguém desobedeceu tal ordem de uma garota de um conceituado clã. Em poucos instantes, o local estava desértico e Kido poderia trabalhar sem preocupações. Primeiramente ela foi enviando seus inseto até o alto, ficando no centro do jardim e fazendo os analisar os focos da planta e lhe avisar sobre tudo. Ao notar o ambiente em que ela se crescia, pôde notar por onde começaria a remoção da planta. Sim, a partir dali, ele utilizaria de seus insetos. Os embainhou de chakra, afim deles ficarem protegidos contra qualquer malefícios da planta e manipulando os mesmos, ela enviava os kikaichuus para as plantas. Eles começaram a morder os pequenos caules das plantas e aos poucos iam fazendo estrago em várias delas, as quebrando e eliminando uma por uma.

Entretanto, apenas cortar elas não bastaria, teria que remover as raízes, pois iriam nascer de volta e isso não seria bom. Se não fizesse isto, o trabalho estaria completo e mal feito. Dessa forma, Kido já traçava seus novos planos, mais uma vez ia manipulando todos os insetos e assim a garota ia limpando a área aonde estariam plantadas, ficando apenas o pouquinho do caule para fora da terra, indicando assim, suas raízes. Um grande monte de plantas fora feito e até então, o problema havia sido resolvido. Mas agora era hora de fazer a verdadeira limpa para que não se procriassem mais.

Usando os insetos, ela dava ordem a eles e ao baterem suas asas e voarem, os kikaichuus iam de encontro ao solo e penetravam a terra com força e proteção do chakra emitido por Kido. Os insetos conseguiam adentrar iam meio que cavando e afofando a terra por dentro, conforme eles conseguiam. Outro grupo de insetos que estariam fora da terra, se firmavam como podia e iam puxando bem forte as pontas cortadas e assim conseguiam arrancar as raízes de cada planta daquele local. Era algo trabalhoso e Kido se esforçava bastante para manter a proteção e ao mesmo tempo, manipular cada grupo de insetos para devidas tarefas diferentes. Era até um belo treino para a mesma, apesar que a jovem era uma eximia usuária de ninjutsu.

As horas foram se passando e logo mais toda a área citada que estava causando ameaças aos aldeões, logo estaria totalmente limpa e segura de qualquer problema com aquelas plantas. Ao finalizar a tarefa, a garota Aburame se sentou aonde estava e deu uma boa respirada, preenchendo seus pulmões de oxigênio. Olhou de um lado a outro e viu seu serviço concluído. Com sentimento de dever cumprido, ela se retirou.


Virtude:
Brilhantismo
Valor: 1
Bonificação: Aumenta em 10% a experiência obtida por todos os meios.

------

[Mission One Post] Kido Fqrz6mR
Khada
Administrador
Administrador
Ver perfil do usuário

[Mission One Post] Kido Empty Re: [Mission One Post] Kido

em 23.01.19 14:31
@ 49,5 de xp e 15mil ryous

------

[Mission One Post] Kido Large
Kido
Genin
Genin
Vila Vila : Konoha
Ver perfil do usuário

[Mission One Post] Kido Empty Re: [Mission One Post] Kido

em 23.01.19 16:22

Hey!
Tem uma barata ai... Bem na sua testa.
A
burame Kido teria tirado alguns dias de "folga" de tantas missões que teria feito uma atrás da outra. Parecia que os problemas sempre a cercavam e aquela vida de nova gennin da Vila Oculta da Folha, sediada no país do fogo, não era realmente fácil. Ela se via jovem e iniciando agora a vida de shinobi que teria muito o que aprender ainda e imaginava sua imensa responsabilidade sobre todas as missões que teriam dali para frente. E o que viria a acontecer com os demais se por acaso a kunoichi falhasse em alguma dessas missões. Seria talvez problemático, mas por outro lado ela estaria como sempre foi e a garota teria mais tempo para si mesmo. Contudo, o tempo de ser individualista, se foi e agora era tempo de repartir o pão com as pessoas de sua vila.

Com dois dias de descanso, Kido aproveitou para relaxar e por os estudos em dias, aprendeu bastante sobre certos assuntos e agora se sentia apto a ter certa competência naquilo. Foi enquanto que o mesmo recebeu uma mensagem. Era uma nova missão. A jovem abriu o pergaminhou e desenrolou o papel. Ao revelar o conteúdo, pôde ler finalmente sua mensagem.

Cara Aburame Kido. A aldeia foi notificada de um perigo eminente pela vila e recebemos um pedido de ajuda a respeito sobre uma criatura perigosa em certa região dos arredores. Nós do posto de missão queremos lhe dar a oportunidade de poder realizar essa missão com sua experiência de ninja e por em pratica o que aprendeu recentemente. A missão se trata de uma grande criatura de aparência réptil que está atacando a viajantes de uma pequena estrada. Sempre com o intervalo de dois dias. Não se trata de um monstro ou nada poderoso do tipo, mas ainda assim deve ser lidado com urgência. Aguardamos sua execução o mais breve possível.

O nija ao terminar de ler, respirou fundo e já começava a imaginar que seu descanso teria enfim acabado. Era hora de voltar ao trabalho e ajudar as pessoas que precisavam. Fora para isso que tanto treino. Agora tinha uma forma e um cargo de não muita importância e relevância, mas que ajudava a poder fornecer ainda mais auxilio a quem necessitava. Se levantou de onde estava e conferiu o endereço e trajeto para o local da missão. Pegou suas ferramentas ninjas e partiu até o centro da vila. Avistou o caminho a seguir e partiu finalmente para longe. Saindo pelos portões da aldeia e posteriormente seguindo rumo ao local.

Kido foi até uma estrada não tão longe na verdade e já visitada por ela em alguma ocasião com seu pai , que se sentia familiarizado com as coisas na região. A mesma seguiu até casa do senhor que teria alertado e encaminhado toda retificação do perigo na estrada. Ao encontrar o exato local, conversou com o mesmo a respeito da missão.

Saudações! Sou a ninja enviada pela aldeia da folha. Me conte mais sobre a tarefa.

Boa tarde, senhorita shinobi. Agradecemos sua vinda. É um prazer e um privilegio poder recebe-la, ainda mais para uma missão. Sabemos como os ninjas da sua vila são competentes e por isso o contratamos. Pois bem, a uma criatura escamosa criando problemas aqui na região. É selagem e esta causando comoção na estrada que leva para várias aldeias diferentes. Como dependemos de alguns carregamentos que vem de dessas regiões, precisamos garantir a segurança dos viajantes, principalmente dos comerciantes que fazem nossa economia girar aqui em nossa pequena estrada.

Compreendo. É de fato um problema isso. Tentarei resolver da melhor maneira possível. Espero não ter que ferir a criatura.

Também não gostaria de que machucassem, afinal é apenas um animal vivendo sua vida. Mas isso está interferindo a vida de muitos, e queremos o melhor para todos.

Sim, eu entendo. Irei agora mesmo averiguar. Até logo.

Ah, lembrando... A criatura atacou faz quase 2 dias, então acredito que se manter o padrão, irá atacar novamente.

Kido ouvia atentamente e traçava seu plano. Logo então se despediu do homem por hora e foi até a rota em que a criatura costumava aparecer. Montou "acampamento" ou seria mais uma vigia e aguardou a criatura atacar. Passou-se algumas horas e logo a garota podia avistar uma carroça se aproximando. Além dela, o kunoichi sentia um agitamento através dos insetos. Alguns insetos podiam notar um cheiro de algo sujo e úmido. Era claramente o cheiro de uma criatura. Era o momento do ataque. A comitiva comercial passava e então surgia a criatura. Era um Pangolim enorme e com rapidez ele investia contra a carroça, quebrando a roda e evitando a que mesma prosseguisse.

O jovem agora atacava também, correndo em direção ao animal. O pangolim notava o perigo e acabava abandonando o ataque e avançando de volta contra a floresta, porém levava um pedaço de pão na boca. A perseguição começava e o animal destemido, se destacava na fuga alucinante. Kido corria e tentava usar suas artimanhas para deter a corrida insana do Pandolim, mas ela não queria feri-lo e isso dificultava, deixando que ele escapasse.

Logo mais a frente, havia uma pequena passagem e o pandolim entrou nela. A pequena analisou se era seguro seguir e decidiu que deviam adentrar. Ao explorar a pequena caverninha, encontrou vestígios de comida. Certamente era ali. Quando avançou mais a dentro, encontrou o Pandolim com uma parceira fêmea e alguns filhotes recém nascidos. A resposta dos ataques estava obvia, o animal estaria tentando alimentar sua família como podia. E sabendo disso, Kido não poderia interferi naquilo. Era algo complicado e teria que falar com o contratante. Retornaram a vila e ambos conversaram a respeito do incidente com alguns jounins e o que estaria acontecendo. O homem ao ouvir tudo, compreendia os fatos e os envolvidos entravam em um acordo mútuo. A vila iria levar alimentos até a frente da caverna do pandolim, para não faltar comida para a família e assim, o animal não atacaria mais os comerciantes.

Fechando esse acordo, a garota poderia encerraria sua missão, sem a preocupação de que tornaria a ter problemas por ali. Tudo estaria resolvido e Kido ficava feliz que o contrante entendia a situação da criatura. isso demonstrava seu caráter.

[Mission One Post] Kido HQT6ULE
Kido
[Mission One Post] Kido Hp10HP: 10/10
[Mission One Post] Kido Chackr10CH: 10/10

Considerações:
- Virtude Brilhantismo +5% de xp.
- Missão rank C




------

[Mission One Post] Kido Fqrz6mR
Kido
Genin
Genin
Vila Vila : Konoha
Ver perfil do usuário

[Mission One Post] Kido Empty Re: [Mission One Post] Kido

em 23.01.19 17:35

Hey!
Tem uma barata ai... Bem na sua testa.
Q
uando se é o shinobi de uma grande vila como Konoha, coisas grandes precisam ser feitas por ela, por mais difíceis que possa ser. E foi dessa forma que o garota minuscula de Konoha passou a ter que entender e aceitar tal destino imposto a seus ombros. Encarreganda de tais afazeres, agora a hiven precisava se locomover para outra missão em prol de trabalhos mais rigorosos para a aldeia e seus membros, e obviamente para si mesmo, pois não era aceitável o fato de ficar parado.

Bem, bem... O dia se iniciava em Konoha e a jovem acordava em seu quarto. O dia seria longo e uma atividade ou outra teria que fazer. Se levantou e logo mais foi tratando de tomar um banho e se arrumar, colocando roupas para uma missão longa e mantimentos. Trajou sua costumeira jaqueta roxa por cima com as roupas costumeiras de sempre. Abriu então uma porta de um móvel estranho e incomum, sem nome até então, mas com a única e exclusiva função de guardar seus equipamentos ninjas, tendo mais espaço para futuros itens ali. Estaria pronta finalmente e foi descendo as escadas, até chegar na cozinha, aonde iria comer seu costumeiro pão com geleia e tomar um café quente. Era simples e honesta em seus gostos, e a sua mãe já sabia quais eram. E também já teria preparado o mantimento alimentício de sua filha.

A jovem Kido ia terminando de comer, estando livre para começar sua jornada naquele dia. Fora isso, seus preparativos para a missão que se sucederia naquele momento. O pequena garota se levantava silenciosamente da cadeira da cozinha, como costumava e gostava de fazer em suas horas de comilança. Com um semblante sério, a mesma olhava para seus pais. Dois shinobis Aburames que teriam adentrado a unidades importantes por seus próprios méritos e escolhas. Ambos formavam um agrande dupla, com técnicas preciosas do clã e habilidades pessoais. Era realmente, dois ninjas fortes, que Kido almejava um dia também se tornar.

Vou indo. O caminho é longo.

Os pais assentiam com a cabeça de forma positiva. Todos ali tinha suas obrigações ninjas e logo mais, a casa estaria vazia. Kido costumava sair primeiro, pois era jovem e ambiciosa, embora não acreditasse nisso, pois não era de sua personalidade. Contudo, a garota estava em fase de crescimento, queria ser uma ninja melhor e precisava de mais experiencias. E para isso a garota tentava realizar missões diárias, embora fosse difícil conseguir fazer todas.

Enfim, o pequena seguiu para fora de casa e rumou para o posto demissão da vila de Konoha. Caminhou e caminhou e a jovem finalmente chegou ao devido local. Foi adentrando e localizando o setor que entregava as missões. Ao avistar, foi adentrando no recinto e Kido foi até o devido local pegar uma missão. Após se identificar e provar quem era, um carta com uma missão de cunho rank C, foi entregue para a menina e ela começava a ler, refletindo a seguir qual era sua missão e pensando no que deveriam fazer.

Um velho rico de Konoha gostaria de descobrir um minério em uma das minas do país do Fogo. O problema é que este minério nunca fora descoberto, não se sabe suas propriedades, se é tóxico ou não, dentre outros fatores que podem deixar a missão complicada demais.

Preciso seguir para esse lugar agora.

A kunoichi então saiu do lugar e seguiu até uma parte da vila recheada de áreas montanhosa e lá os membros de Konoha procuraram pela mina citada no serviço que fora lhe entregue. Assim que teria alguma informação sobre como se dirigir até a mina, a mesma foi até la. Caminhou por um trecho agora bem tortuoso, e finalmente chegou na entrada da mina.

Preciso ficar bem atenta. Manter silêncio e os ouvidos em alerta a qualquer barulho suspeito.

Com as táticas pensadas, a ninja pôde iniciar a missão de fato. Fooi adentrando na mina. Era bem escura e já não havia mais mineiros naquele lugar. O que se via, era um antigo trilho quebrado, aonde corriam os carrinhos com sabe lá o que. Todavia, sempre eram pedras preciosas ou metais. Em geral, minérios. A garota iam visualizando tudo e os insetos também. Não havia uma viva alma por ali e parecia tudo tranquilo. O problema era achar achar algo que não se sabia o que era, em uma mina abandonada a muitos anos.

Kido foi percorrendo toda parte e marcando o caminho para não se perder. Após andar bastante, escutou algo. Era como grunhidos de feras selvagens. Mas ao ver o que era com a tocha que acendeu na entrada da caverna, notou ser algum tipo de ser bípede, de cor negra e alaranjada. Era estranho e parecia algum tipo de ser morto. Ele notou o brilho do fogo e ao ver que tinha mais um ser vivo ali, correou atacar quem fosse.

Rhul... Como esperado de uma criatura dessas. Murmurava com seu humor típico.

A garota avançava para enfrentar a coisa e com lançar de insetos na perna do ser, ela controlava os insetos para puxar e o derrubar. Em sequencia lhe acertava um soco no no pescoço, com a tocha, Kido lançava fogo nos olhos do inimigo, e logo mais passava o fogo na pelagem da criatura, que ardia em chamas. Contudo, uma segunda criatura surgiu e avançou contra Kido. Ele era muito grande e apenas força física não resolveriam.

A garota entendia o que devia fazer. Entendo que não podia fazer frente com o adversário, afastou com um salto para o lado, deixando a criatura passar. Quando o monstro avançou depois dela, Kido atacou as patas traseiras da fera. Os insetos eram enviados para atacarem as padas da frente. A criatura acabou caindo e rolando até uma parede, que se quebrava e adentrava em um novo recinto escondido. Lá havia uma pedra negra e rocha. Muito chamativa e brilhante em tom alaranjado.

Deve ser aquilo, melhor embrulhar com um pano e guardar.

A garota não enrolou e fez como planejado. O mineral era estranho e parecia ter relação com as criaturas dali. Se aquilo seria bom ou ruim, Kido não saberia discernir, apenas concluía sua missão e se retirava da mina antes que as criaturas recobrassem a consciência.

[Mission One Post] Kido HQT6ULE
Kido
[Mission One Post] Kido Hp10HP: 10/10
[Mission One Post] Kido Chackr10CH: 10/10

Considerações:
- Virtude Brilhantismo +5% de xp.
- Missão rank C




------

[Mission One Post] Kido Fqrz6mR
Kido
Genin
Genin
Vila Vila : Konoha
Ver perfil do usuário

[Mission One Post] Kido Empty Re: [Mission One Post] Kido

em 23.01.19 23:40

Hey!
Tem uma barata ai... Bem na sua testa.
Q
ra mais um dia alegre e feliz na vida de Kido. Acordaria tranquila em sua casa e logo iria se arrumando e ajeitando suas coisas para novos trabalhos que requeriam suas habilidades. Desceu as escadas, não antes de pegar seu casaco, que lhe serviria como uma forma de ocultar seus insetos. Se organizou e foi até o ambiente de anúncios de missões. Procurou pelo serviço mais interessante naquele dia que fora mostrado pelo mesário e avistou um que parecia valer o esforço. Avistou um sobre as crianças e parecia interessante. Sentia que necessitava aprender lidar com seu lado interpessoal, pois aparentemente ela notava que assustava as pessoas por alguma razão desconhecida para ela mesma.

A professora da academia, iria fazer um passeio com seus alunos, mais teve um problema hoje e está com dores no corpo, deve estar doente, e ela como não quer desapontar seus alunos, está procurando um ninja apto a passear com a turma perto das regiões da aldeia que contam histórias assombradas, mas que o local não há muito o que temer.

Então com a missão em mãos, ela foi seguindo até a academia que teria que encontrar as crianças. A garota foi caminhando e logo mais estaria no local. A jovem não demonstrava nenhuma reação e ia adentrando pelo portão. Foi indo e algumas crianças fora das salas ao vê-la, começavam a teme-la. O que aquela garota mal encarada faria? Destruiria a escola? Quem sabe. Kido então foi seguindo pelos corredores e logo mais encontrava a secretária. Um dialogo acontecia de maneira natural entre os funcionários e ela.

Olá. Sou uma ninja de Konoha. Vim pela requisição de levar as crianças em um certo passeio.

Oh... Nossa... A vila foi rápida dessa vez.

A secretaria por alguma razão, parecia suspirar ao ver e falar com Kido. Mal sabia ela, que ela tinha um fraco para garotas pequenas e estranhas. Então Kido, teria virado o auge que a tal mulher cobiçava para si mesma ter um dia. Com a voz meio gaguejando, ela ia auxiliando a Kunoichi até a sala das crianças e fazia o anúncio da mesma.

Olá cri-crianças. Hoje é o grande dia do papasseio e infelizmente vocês sabem que a professora Karen não vai poder levar vocês. Mas como não podiamos deixar que o passeio não acontecesse, chamamos a gennin mais forte do clã dela para levar vocês.

As crianças todas se exaltavam e logo a garota era requesitada. Mas ao adentrar na sala, as crianças ficaram caladas. Não acreditavam em seus olhos. Era pequena, muito pequena mesmo a sujeitinha que as levariam. Talvez fosse mais incomum que o normal. Mas o dia tinha que continuar e a garota logo saiu com todas as crianças para passear. Foram andando por lugares perigosos e não tão perigosos na qual o pergaminho indicando os pontos a serem levados, mostrava. Kido a nenhum momento sentia a presença de seres malignos por perto e parecia que estaria tudo bem. As crianças conheceram um pouquinho mais dos arredores da vila, na qual ainda não tinha visto, por não terem a oportunidade. Após algum tempo de caminhada e felicidade, toda a trupe de criançadas voltaram para a escola. Kido não chegou a acompanha-los para dentro da escola, apenas foi vendo cada um entrando e garantindo que ninguém ficou para trás. O porteiro recebeu todos e a shinobi podia se retirar.

[Mission One Post] Kido HQT6ULE
Kido
[Mission One Post] Kido Hp10HP: 10/10
[Mission One Post] Kido Chackr10CH: 10/10

Considerações:
- Virtude Brilhantismo +5% de xp.
- Missão rank D




------

[Mission One Post] Kido Fqrz6mR
Kido
Genin
Genin
Vila Vila : Konoha
Ver perfil do usuário

[Mission One Post] Kido Empty Re: [Mission One Post] Kido

em 23.01.19 23:58

Hey!
Tem uma barata ai... Bem na sua testa.
A
jovem Aburame Kido estaria saindo de sua casa após um breve analisar de si mesma. Se sentia mais confiante para realizar demais afazeres do dia, pois teria feito um outro trabalho pela manhã e depois de uma reflexão e uma boa refeição para marcar a metade do dia, a kunoichi queria continuar a produzir mais coisas para sua vida e desenvolve-la como uma ninja poderosa que um dia seria. Ela desde que se tornou gennin, conheceu muitas coisas e pessoas. Não fez novas amizades, porém desfrutou de momentos únicos que ainda não teria vivenciado. Muito do que ouviu ou aprendeu no clã, fora útil em sua vida durante as missões e não seria diferente nos próximos dias.

Ao ir no posto de missões e estar com mais uma missão em mãos, Kido leu atentamente o que dizia.

Uma pequena confeitaria em Konoha precisa de ajuda para buscar suprimentos num bosque, vá até lá e traga o necessário.

Sem delongas, a mesma viu o endereço e se dirigiu até o local da confeitaria. Aparentemente eles não queria exatamente um confeiteiro ou qualquer que fosse o tipo de empregado no momento. Mas sim alguém para trazer matéria prima ao local de trabalho. Kido chegou no lugar e começou o dialogo com o dono do estabelecimento.

Boa tarde. Sou kunoichi de Konoha enviada para lhe auxiliar nas tarefas que contratou. No que posso ser útil.

A principio, o dono da confeitaria, acreditou que a baixinha, seria alguma piada enviada pelos concorrentes para curtir com sua cara. Afinal, uma tampinha mal encarada que ele nunca havia visto, daria certa duvida. Mas o soar decidido da jovem logo de inicio, deixou tudo mais tranquilo e após o sujeito respirar e encontrar as palavras certas, respondeu.

Pois bem, pois bem. Eu preciso urgentemente fazer um bolo para enviar para o Daimyo que esta na vila. Encomendaram ontem e preciso entregar ao guarda do mesmo, até hoje a noite. Entretanto, estou sem amoras e outras frutas vermelhas. E nenhum mercador está vendendo, pois não é época de algum desses frutos. Veja bem, só consegui morangos porque são fáceis de achar. Mas sei que há amoras no bosque. Traga-me um cesto pequeno de amoras, sim?

Compreendo. Farei o meu melhor, senhor. Estou de partida.

Sem delongas, a menina ia se virando, mas não antes do confeiteiro lhe entregar um cesto, cujo o motivo era obvio. Trazer frutos utilizando o recipiente correto. Com o cesto pequeno em mãos, Kido se virou e foi seguindo para aonde daria o bosque. Suas passadas eram curtas, mas parecia que ela era rápida, em relação aos demais, afinal por ser passos curtos, eram ágeis Talvez fosse uma destemida atleta um dia.

Finalmente chegaria perto do bosque e em poucos instantes, a brisa fresca e o cheiro da grama e árvores, era sentido pela garota. Sabia para onde se encaminhar, guiada por seus insetos. Chegou ao bosque sem mais problemas e começou a procurar pelas amoras. Foi andando e andando. Havia muitos pés de frutas por ali. Macieiras, bananeiras, jabuticabeiras e muitas outras. Mas após buscar bastante, a pequena encontrou alguns pés de amoras. Alguns estavam com amoras meio rosadas, outras meio verde. Mas duas estavam carregadas com amoras vermelhas e pretinhas. Kido experimentou algumas e entendeu por que era tão especiais. Colheu tudo que o cesto suportava e uma vez com o cesto cheio e uma das mãos e bolsos também, amocinha retornou a confeitaria, entregando o cesto ao confeiteiro e assim terminando sua missão.

[Mission One Post] Kido HQT6ULE
Kido
[Mission One Post] Kido Hp10HP: 10/10
[Mission One Post] Kido Chackr10CH: 10/10

Considerações:
- Virtude Brilhantismo +5% de xp.
- Missão rank D




------

[Mission One Post] Kido Fqrz6mR
Kido
Genin
Genin
Vila Vila : Konoha
Ver perfil do usuário

[Mission One Post] Kido Empty Re: [Mission One Post] Kido

em 24.01.19 0:54

Hey!
Tem uma barata ai... Bem na sua testa.
K
ido teria ido até o posto de missão em busca de uma coisa mais simples de se fazer, pois estaria vindo de uma missão e agora queria apenas relaxar. Fez o pedido ao mesário. Ele olhou e olhou e encontrou o que ela queria. Uma garota teria se perdido e a mãe estava em sua busca. O problema é que fazia dias e bem... Poderia estar em qualquer lugar. Mas a gennin era a melhor para isso e ela pegava a missão para ir realiza-la.

A jovem miuda foi seguindo até a casa de Cintya. Ela precisava saber os detalhes, como o odor da jovem Nya e sem poder deixar seus insetos desfrutar de tal aroma, jamais conseguiria seguir o rastro que a garota deixou. Foi andando e logo estava na área residencial. Foi até a porta e a tocou com delicadeza.A porta se abriu e a mulher olhava com certo receio. Imaginava ser amiga de Nya.

Por favor, Volte mais tarde, Nya não está. Comentava em desanimo.

A ninja olhou estranhamente e tentou acalma-la.

Senhora... Sou uma gennin da aldeia. Vim pelo pedido da sua missão. Gostaria de olhar o quarto da pequena Nya, para eu começar minha busca. A senhora se importa?

A mulher devidamente envergonhada, se desculpava e agora com mais respeito, ela deixava a gennin entrar e guiava até o quarto da menina. Kido adentrava e se habituava no recinto. Olhava o lugar e ficava imaginando sua filha ali. Com seus insetos, a garota usava os mesmo para inalar a fragrância espalhada pelo lugar. Sentava-se no chão e então olhava para a janela e os brinquedos jogados. Formavam um rastro que seguia para a porta do guarda roupa. A moça abria e via as roupas da menina. Mais uma fez usava os insetos para analisar a última pesa de roupa ainda sem lavar. Sem delongas a jovem se levantava e seguia para fora da casa.

Agora sozinha mais uma vez, com seus insetos ela seguia o rastro cheiro fraco da menina. Seguia pela rua e depois virava na esquina. Foi andando por este caminho. Pouco a pouco os insetos ficavam agitados, mas ainda era fraco o rastro. Foi andando por alguns minutos, e logo mais chegava em um comercio. Ela teria passado ali e comido algo, pois a shinobi perguntou e deram tal informação. Kido continuou e foi andando. As pistas aumentavam e agora entrava em uma área um pouco florestal daquela ala da vila, mas que ainda era pacata e segura. Lá avistou uma pequena casinha na árvore e duas meninas brincando. A Aburame se aproximou e perguntou.

Uma de vocês é Nya?

Sim, sou eu.

Entendo. Estava brincando aqui, certo?

Estava com minha amiga. É o final de semana do chá escondido.

Compreendo. Posso tomar também?

Sim. Venha.

Dessa forma, Kido conseguiu a confiança das pequenas garotas. Ambas estavam sumidas, mas em segurança. Permaneceram ali por algum tempo, tomando chá. Logo mais, a kunoichi explicou a menina que sua mãe lhe buscava e que ela deveria ter avisado aonde ia. Um pouco chateada, ela entendeu que teria deixado sua mãe magoada. Mas estava tudo bem e depois de comerem e beberem, as garotas voltaram com a nova colega de chá. Chegaram na casa e então a porta se abriu com a música que as menias cantava e que chamava a atenção da mãe.

Minha pequena. Onde você estava? Estive tão preocupada. Dizia chorando e abraçando. Kido via a cena e sem esperar agradecimentos, apenas se virou e partiu. Mas logo pôde ouvir a mulher e as crianças gritarem. OBRIGADA NINJA-SAN!

E assim terminava a missão bem sucedida.

[Mission One Post] Kido HQT6ULE
Kido
[Mission One Post] Kido Hp10HP: 10/10
[Mission One Post] Kido Chackr10CH: 10/10

Considerações:
- Virtude Brilhantismo +5% de xp.
- Missão rank D




------

[Mission One Post] Kido Fqrz6mR
Kido
Genin
Genin
Vila Vila : Konoha
Ver perfil do usuário

[Mission One Post] Kido Empty Re: [Mission One Post] Kido

em 24.01.19 1:14

Hey!
Tem uma barata ai... Bem na sua testa.
A
jovem Kunoichi, estaria terminando mais uma tarefa do dia, quando após entregar o relatório no posto, um mesário pediu para que ela fizesse mais uma missão rápida. Lhe entregou a missão na qual ela leu brevemente.

O dono de uma floricultura precisa de ajuda em sua loja de flores, e está procurando alguém apto para trabalhar hoje até seu empregado voltar de viagem bem sucedido.

Kido agora tinha que seguir para a floricultura e sabia aonde teria que ir, uma vez que o clã Yamanaka costumavam vender flores na vila e se dirigiu para fora do recinto. Olhou para o alto, agora na rua e respirava fundo. Buscava identificar o melhor caminho. Logo encontrou e começou a andar. Seus passos ágeis e precisos, a levava rapidamente até o endereço a qual buscava. O lugar era bonito e cheirava a rosas. Talvez fosse época ou a demanda estaria grande. Não saberia dizer a leiga garota, mas agora ela apenas queria começar este trabalho. Adentrou na loja e foi falar com o dono do local.

Boa tarde. Sou gennin da folha. Vim pelo contrato de ajudante. Em que posso ser útil?

Hã? Ah sim. O contrato. Agora eu me lembro. Pensei que fosse apenas uma garotinha querendo rosas.

Não se preocupe, já estou acostumada.

A sinceridade da jovem, deixava o desconhecido com vergonha. Vergonha alheia, já que parecia que a menina em sua frente, era constantemente confundida daquela forma, mas ainda sim a mesma mantinha uma educação e cortejo, lisonjeador.

Bem... Preciso montar vários arranjos florais hoje para o Daimyo que chegou a pouco, até as 18 horas e só tenho mais três horas para montar tudo isso. O Daimyo irá realizar algum evento e contratou alguns serviços. Incluindo os meus. Preciso que faça vasos como aquele. O jardineiro mostrava o modelo a ser seguido. Primeiro você tem que pegar o vaso, e depois com a pá, ir jogando terra. Faça um buraco no centro da terra quando tiver enchido metade do vaso e depois insira essas rosas brancas, até não der mais para ver o buraco do vaso. Depois sacuda o vaso para a terra dentro do recipiente se espalhar e cobrir o caule das rosas. Isso vai garantir que as rosas cheguem lá vivas e bonitas para o evento.

O Daimyo... Compreendo. Farei com diz.

Em sua humildade, a menina não comentava que este seria outro trabalho relacionado ao sujeito. Algum mais metido, poderia se gabar por estar ligado aos serviços conectados a realeza, e de alguma forma mostrar ser especial por isso. Seja como fosse, a pequenina começou a organizar os vasos. Primeiro ela enxia todos os vasos de terra que podia que estavam em cima da mesa. Depois ia fazendo os furos na terra em cada um, para então inserir cada lance de rosas nos vasos, de tal modo, que cobrisse toda a saída dos mesmos, ficando bem carregados e preenchidos. De fato ficava bonito visualmente e a ninja ficava contente de poder criar algo tão delicado, sendo alguém tão fria em sua expressão. Os insetos a ajudava a pegar várias flores e isso agilizava todo o processo.

Faltando menos de trinta minutos para as 18, estavam prontos todos os arranjos e o jardineiro parecia muito feliz e agradecido com a garota. Kido poderia agora descansar e ir fazer o que quiser, pois estaria livre de afazeres por algum tempo.

[Mission One Post] Kido HQT6ULE
Kido
[Mission One Post] Kido Hp10HP: 10/10
[Mission One Post] Kido Chackr10CH: 10/10

Considerações:
- Virtude Brilhantismo +5% de xp.
- Missão rank D




------

[Mission One Post] Kido Fqrz6mR
Jin
Genin
Genin
Ficha Ficha : Uchiha Takashi .
Vila Vila : União do Fogo.
Ver perfil do usuário

[Mission One Post] Kido Empty Re: [Mission One Post] Kido

em 24.01.19 1:43
@. 120 de exp e 40 mil ryous.
Conteúdo patrocinado

[Mission One Post] Kido Empty Re: [Mission One Post] Kido

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum

Parceiros

Informações